Escolher Menu

Últimas Notícias

CONCURSOS

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO

» » Oito policiais militares já foram assassinados este ano no Maranhão


PINHEIROFOTO 09:20
Segundo o comandante geral da Polícia Militar, coronel Aldimar Zanoni Porto, somente neste ano já foram assassinados oito policiais militares em todo o estado, sendo cinco mortes registradas na Região Metropolitana de São Luís e mais três no interior. A maioria dos casos tem ocorrido durante o o período de folga dos policiais. A informação foi publicada no jornal "O Estado do Maranhão." Coronel Zanoni afirma que o Comando Geral tem alertado a tropa para que tome maiores precauções, principalmente nos períodos de folga, onde muita das vezes os policiais desfrutam de momentos de lazer. Ele destaca que por ser um profissional militar, o policial devem ter uma precaução redobrada, até por conta da criminalidade que tem agido em função do submundo do tráfico de drogas, onde a repressão policial é bem maior.
"Há toda uma precaução nesse sentido e, para isso, temos realizado vários cursos obrigatórios. Nesse momento, estamos promovendo treinamentos de requalificação de tiro com a Companhia de Operações Policiais [COP]. Entendemos que o policial militar é alguém que está 24 horas pronto para agir, independente se ele se encontra ou não de serviço. Ele sempre estará pronto para interceder", afirma o coronel Zanoni Porto.
Para o comandante geral da corporação militar, todo processo de investigação sobre as mortes de policiais tem sido acompanhado em parceria entre o Serviço de Inteligência da PM e da Polícia Civil. "Temos dado uma resposta satisfatória para a sociedade, prendendo os autores desses crimes, e quando há um confronto é natural que esses marginais acabem tombando", frisa.
Perdas 
Só nos últimos três meses, a corporação militar sofreu a perda de quatro policiais que foram brutalmente assassinados. A morte mais recente foi a do soldado Fredson de Jesus Mendes, 24 anos, que era lotado no 6º Batalhão da PM, na Cidade Operária. O PM foi morto no fim da tarde de quarta-feira (15), no bairro da Matinha, em São José de Ribamar. Dois dos quatro suspeitos de participação no crime foram mortos, após trocarem tiros com a polícia. Um dos meliantes foi identificado como Yago Lima Ribeiro e o outro apenas como Ceará.
Outro policial assassinado foi o soldado Clenildo Souza Gomes, de 36 anos, que foi morto ao trocar tiros com dois assaltantes na feira do bairro Liberdade, em São Luís. Esse crime ocorreu no dia 14 de setembro. Durante o tiroteio, o PM, que se encontrava de folga, conseguiu balear e matar dois bandidos, identificados como Kaique Victor Amorim Serra, 22 anos, e Max Carvalho, o Acerola, 27.
Também consta na lista de PMs mortos o soldado da Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam) Marcelo Cutrim Fonseca, que foi baleado durante um assalto, na Avenida 7, no bairro da Forquilha. Os acusados, Luís Felipe Valentim Silva, de 20 anos, e Francisco Jadiel Firmino, de 26 anos, também foram atingidos por tiros disparados pelo sargento Carlos Magno Correa Sá, lotado no 9ª Batalhão da PM.
O subtenente da Polícia Militar Emiliano Alves Garcês foi morto a tiros nas proximidades de sua casa, na Avenida 4, no Maiobão, em Paço do Lumiar. Ele chegou a intervir em um assalto e acabou alvejado pelos bandidos. No momento, ele se encontrava em uma caminhonete S-10, com um amigo, quando deu voz de prisão aos bandidos, que assaltavam uma padaria.
DO G 1 MA

Nenhum comentário

Leave a Reply