Escolher Menu

Últimas Notícias

CONCURSOS

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO

» » » Governo do Maranhão anuncia seletivo com 500 vagas para policiais reservistas


PINHEIROFOTO 07:41
Para reduzir a criminalidade na região metropolitana de São Luís, o governador Flávio Dino anunciou processo seletivo com 500 vagas de Oficiais e Praças da Reserva Remunerada da Polícia Militar para trabalhar em atividades-meio da corporação, ou seja, ligadas à rotina administrativa. A ação tem por objetivo aumentar o policiamento nas ruas, substituindo na atividade-meio os policiais da ativa por reservistas. Com isso, os policiais aptos a atuar nas ruas voltarão ao policiamento das comunidades.
Dentre as 500 vagas disponíveis, 90 são destinadas para o cargo de oficial e 410 para praça. As inscrições serão iniciadas na próxima segunda-feira (9) e poderão ser realizadas até o dia 27 deste mês. O processo de seleção é composto por duas etapas: análise de documentação e avaliação de saúde física do candidato. A medida está alinhada com a política definida pelo governador Flávio Dino para garantir o pleno funcionamento do sistema de segurança no estado e, consequentemente, proteção ao cidadão.
“Os índices de violência no Maranhão ainda são altos e o Governo do Estado está buscando diversas formas de garantir aos cidadãos mais segurança”, disse Flávio Dino ao comentar o seletivo que será coordenado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP).
O governador destacou que outras ações estão sendo adotadas pela gestão estadual para ampliar o número de policiais como a convocação de mil excedentes do concurso da Polícia Militar, convocação de mais 66 novos policiais civis e redução, para a metade, na quantidade do efetivo que era disponível ao governador, possibilitando que mais policiais estejam nas ruas.
O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Marco Antonio Alves da Silva, ressaltou que a partir destas ações estratégicas, definidas pela gestão estadual, já é possível observar mudanças na área da segurança. Na última reunião semanal realizada com o governador e a cúpula de segurança, foi divulgada a redução dos índices de homicídios.
A comparação entre os índices de homicídios na capital teve redução de 3,4% no mês de janeiro de 2015 em relação ao mesmo período do ano anterior. No interior, a taxa de homicídios caiu 12%. É a primeira vez em quatro anos que o Governo do Maranhão reverte a onda de criminalidade, que vinha em curva crescente em comparativo com os anos anteriores.
Para o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, é o primeiro resultado de um trabalho contínuo pela redução da violência. “Mesmo com a redução no primeiro mês, os números continuam altos. Estamos trabalhando continuadamente para que a criminalidade diminua na capital e no interior”, afirmou o secretário.
Convocação de mais 66 policiais civis
Em reunião com a cúpula da Segurança Pública do Maranhão, o governador Flávio Dino anunciou que convocará 66 excedentes do concurso realizado em 2012 para compor os quadros da Polícia Civil. Os novos policiais civis serão chamados já no mês de março de 2015, como mais uma ação do Governo do Maranhão para aumentar o efetivo policial e diminuir os índices de violência no Estado.
Após receber o planejamento da Delegacia Geral da Polícia Civil do Maranhão, o governador Flávio Dino aprovou a proposta apresentada pelo delegado geral Augusto Barros de convocar novos policiais civis para trabalhar na Segurança Pública do Maranhão, atuando no setor de desarticulação das organizações criminosas e no combate ao tráfico de drogas. O anúncio foi feito por Flávio Dino na sexta-feira (6), na reunião semanal entre o governador e os responsáveis pelas pastas ligadas à Segurança no Estado.

Serão convocados 20 delegados, 30 investigadores, 15 peritos e um escrivão para atuar nos quadros da Polícia Civil do Maranhão a partir do mês de março. Os novos servidores vão contribuir para melhorar as investigações criminais em todo o Estado, ampliando também a capacidade de atendimento às conduções de criminosos feitas pela Polícia Militar.
Segundo o delegado-geral da Polícia Civil, Augusto Barros, a chegada dos novos delegados aprimora a atividade de inteligência e proporciona maior cidadania aos maranhenses a partir da ampliação do atendimento nas delegacias do interior do Estado, onde há muitos postos ainda sem delegados. Os 66 policiais civis que serão convocados em março já passaram pelo curso de formação e estão aptos ao exercício da função.
“Esse foi um pleito que apresentamos ao governador durante nossas reuniões semanais ainda no mês de janeiro e, a partir do planejamento da Polícia Civil junto ao Governo, será possível aumentar nossos quadros e garantir dinamismo maior nas nossas ações”, afirmou o delegado-geral.
Investimentos em segurança pública
Esta é mais uma das ações do Governo do Estado na melhoria da segurança pública para todos os maranhenses. Ao longo do mês de janeiro, o governador Flávio Dino apresentou uma série de medidas na melhoria das condições de trabalho da Administração Penitenciária, do Corpo de Bombeiros e das Polícias Militar e Civil, além da ampliação do efetivo.
Ainda em janeiro, Flávio Dino assinou decreto com a convocação de mil excedentes do concurso da Polícia Militar para reforçar a corporação. O Maranhão possui o menor percentual de policiais por habitantes do Brasil. Além disto, autorizou a compra de sistema de rádio para comunicação entre os policiais, que anteriormente o faziam por meio de celulares.

Nenhum comentário

Leave a Reply