Escolher Menu

Últimas Notícias

CONCURSOS

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO

» » » ESCOLAS COM NOMES DE PRESIDENTES DO REGIME MILITAR SERÃO REBATIZADAS


PINHEIROFOTO 08:31


No aniversário de 51 anos do golpe civil-militar, o governador do Maranhão Flávio Dino(PC do B) declarou que serão retirados de escolas da rede estadual de ensino, o nome dos militares que comandaram o país durante este período( 1964-1985).

Em comentário sobre o assunto, postado nas redes sociais , Flávio Dino ressaltou que a medida tem o objetivo de demonstrar que o estado do Maranhão não vai mais homenagear responsáveis por crimes contra a humanidade

Ele acrescentou ainda que as comunidades onde as escolas estão situadas decidiram pela colocação de outros nomes para denominar estes prédios públicos. Levantamento da Secretaria de Estado da Educação aponta a existência de 14 escolas da rede estadual de ensino que foram batizadas com o nome de generais que ocuparam a Presidência da República durante o regime militar.

O nome mais usado é o nome do marechal Castelo Branco, o primeiro presidente da ditadura militar que governou o país entre 1964 e 1967. Também existem escolas batizadas com o nome do generais Artur Costa e Silva, presidente no período de decretação do Ato Institucional nº 5, que aprofundou a repressão e Emílio Garrastazu Medici, general que comandou o pais nos chamados “anos de chumbo (1969 a 1974), quando os militares ampliaram as perseguições aos opositores do regime.

Além de São Luís, existem escolas batizadas com nome de presidentes do período da ditadura militar nas cidades de Caxias, Fortaleza dos Nogueiras, Gonçalves Dias, Governador Newton Belo, Imperatriz, Loreto, Timbiras e Timon.

Nenhum comentário

Leave a Reply