.

.

Justiça concede liberdade provisoria a moto taxista acusado de ter matado a esposa e tentado suicídio




O moto taxista Francisco Tiburcio Barros, que encontrava-se preso na CCPJ acusado de ter matado a esposa Raimunda Leal Barros, crime ocorrido em 21 junho de 2015, foi colocado a liberdade provisoria na ultima sexta feira(10) por decisão da Justiça,  

O advogado de Tiburcio, Caetano Lorette Netto alegou perante a Justiça que seu cliente necessita de cuidados especias em virtude de debilidade mental, o moto taxista terá que cuprir as medidas cautelares, comparecer mensalmente em Juiz no primeiro dia de mês, para informar suas atividades  e apresentar comprovante que que esta inserido em tratamento medico no CAPS.