Escolher Menu

Últimas Notícias

CONCURSOS

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO

» » » “As escolas da Rede Pública Estadual estavam caindo na cabeça de professores e alunos”, desabafou Clayton Noleto


PINHEIROFOTO 07:26



O Secretário de Infraestrutura do Estado, Clayton Noleto usou a frase para definir a situação em que se encontram 80 escolas da rede pública estadual que serão reformadas e deverão estar prontas para atender aos alunos até o dia 30 de janeiro de 2016.

Clayton Noleto adiantou que uma equipe da SINFRA está percorrendo o Maranhão para produzir um relatório que será mostrado a sociedade sobre as condições em que os estudantes eram obrigados a enfrentar para poder estudar. “São fotos, vídeos e informações técnicas que apontam um verdadeiro descalabro em escolas que estavam praticamente caindo na cabeça de alunos e professores”, enfatizou o Secretário de Infraestrutura do Estado. “Analiso que esta situação é o resultado do descaso de décadas e décadas de gestões anteriores que gerou o caos na infraestrutura destes espaços de ensino”.

O Secretário de Infraestrutura disse que depois de estar informado sobre a gravidade da situação, o governador Flávio Dino determinou de forma emergencial à Sinfra que as escolas fossem reformadas e em condições de atenderem os alunos no início do ano letivo de 2016. “A sensibilidade do Governador nos permite eliminar as agonias do dia, como a situação das escolas em condições precárias de infraestrutura”, frisou Clayton Noleto acrescentando que a outra meta do governo é eliminar de vez as 1174 escolas de taipa construindo edificações dignas e em condições de atender aos estudantes. “Toda vez que viajamos e observamos a capacidade, a determinação, a coragem e fé do povo maranhense agente se revigora e temos a certeza de que estamos no caminho certo”, destacou Clayton Noleto

A reforma das escolas receberá um investimento de R$ 90 milhões de reais. Na Região Sul do Estado dez escolas serão beneficiadas abrangendo os municípios de Imperatriz, Açailândia, Balsas e Porto Franco. (Mozart Magalhães / Assessoria PCdoB)

Nenhum comentário

Leave a Reply