Escolher Menu

Últimas Notícias

CONCURSOS

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO

» » » PADRE TARCÍSIO MORREU (SÃO MUITAS AS PERDAS NESTE ANO QUE SE PERDE)


PINHEIROFOTO 18:45


Fico sabendo agora há pouco do falecimento de Tarcísio Cardoso da Silva, o primeiro nascido em Imperatriz ordenado padre. Foi na madrugada deste 31 de dezembro de 2015, em São Luís (MA), onde o padre estava internado.
Padre Tarcísio, 67 anos, sofria de problemas cardíacos e leucemia. Houve uma paralisação dos rins, foi submetido a hemodiálise e sofreu parada respiratória, vindo a falecer. Seu corpo será trasladado para Imperatriz e o velório deverá ocorrer a partir de sábado, 02/01/2016, na Igreja de Fátima. O bispo Dom Gilberto Pastana Oliveira está em Santarém (PA) mas, desde que foi informado, toma as providências que a triste situação requer.
Em 29 de março de 2015 Padre Tarcísio havia completado 35 anos de presbítero. Padre Tarcísio foi homenageado com a distinção máxima do Poder Executivo Municipal imperatrizense, a Comenda Frei Manoel Procópio, em 15 de julho de 2010, ano em que a cidade completava 158 anos e Padre Tarcísio celebrava a missa na Igreja Matriz Santa Teresa d'Ávila, de cuja paróquia ele era vigário.
Há 30 anos, em 1985, Padre Tarcísio inovou e resgatou a tradição dos festejos da padroeira, Santa Teresa d'Ávila, introduzindo a procissão fluvial -- que, de certo modo, lembra a fundação de Imperatriz por Frei Manoel Procópio, que, pelo rio Tocantins, de canoa, chegou de ao local onde se iniciou a cidade.
Padre Tarcísio, como era conhecido, integrava o Clero da Diocese de Imperatriz. Foi meu companheiro de Rotary Club e até onde o conheci era um religioso querido e realizador. Fé com obra(s). Era um dos quatro padres mais antigos de Imperatriz e tinha a característica de sempre trajar batina preto e carregar uma maleta de mão, tipo valise.
Sempre educado, cavalheiro, voz mansa, Padre Tarcísio deixa obras e serviços religiosos no seu ide, pregai e fazei. Deixa, também, muitas saudades.
"Requiescat in pace".
EDMILSON SANCHES.
edmilsonsanches@uol.com.br

Nenhum comentário

Leave a Reply