Escolher Menu

Últimas Notícias

CONCURSOS

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO

» » » Diversidade cultural maranhense contagia multidão na virada de ano do ‘Réveillon de Todos’


PINHEIROFOTO 13:57



A mistura de ritmos, marca peculiar da diversidade cultural maranhense, deu o tom da festa da virada na programação do ‘Réveillon de Todos’, promovida por meio de parceria entre o Governo do Estado e Prefeitura de São Luís, atraindo uma multidão para a Avenida Litorânea e Praça Maria Aragão. O colorido do céu anunciava o novo ano com uma chuva de fogos de artifício jamais vista na orla marítima de São Luís, ao todo foram 15 minutos de show pirotécnico de quatro pontos da orla.

Governador Flávio Dino acompanhou as apresentações junto com milhares de maranhenses. Foto: Nael Reis/Secom

“Uma festa nesse formato é uma maneira de ativar a chamada economia da cultura. Um evento como este gera milhares de empregos, milhares de oportunidades. De modo que estamos duplamente felizes. Primeiro por essa saudação ao novo ano exaltando a nossa cultura e segundo pela movimentação econômica que estamos gerando”, declarou o governador Flávio Dino, que acompanhou as comemorações na Litorânea.

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior também destacou a festa promovida em conjunto entre Estado e município. “O Réveillon de Todos é fruto de mais uma parceria bem executada com o governo do Estado. A programação abraçou a cultura local e atingiu todos os públicos e possibilitou também à população ter diversos espaços gratuitos para comemorar a passagem de ano com tranquilidade, alegria, segurança e em família”, afirmou.

O ‘Réveillon de Todos’ transformou a Avenida Litorânea em um espaço democrático onde manifestações culturais das mais variadas matizes puderam mostrar o seu valor, dando um caráter diferenciado à festa de Ano Novo, que foi genuinamente maranhense e protagonizada por pessoas como o lavrador Raimundo Diniz, 53 anos, integrante do Bumba Meu Boi de Guimarães.

“Eu nunca tinha se apresentado aqui antes. Estou muito contente por participar de uma festa destas aqui na beira da praia”, afirmou Raimundo Diniz, que ficou muito entusiasmado com a apresentação na festa de réveillon na Avenida Litorânea.

O mesmo sentimento foi partilhado por Waldete Moraes, 77 anos, integrante do bloco os Foliões, que elogiou a possibilidade de tantas atrações culturais, todas maranhenses, terem a chance de se apresentar em uma data tão importante. “É muito bom que a cultura popular, a cultura maranhense, as coisas da nossa terra sejam valorizadas. Espero que em 2016 tenhamos um ano cheio de conquistas e que essa postura de dar valor a nossa cultura siga em frente”, comentou.

Josana Silva, nascida em Cururupu, afirmou que a diversidade cultural da programação a levou de volta à cidade onde nasceu. “É como se eu estivesse aí na avenida! Conheço bem esta batucada. É coisa da minha terra!”, comentou durante a passagem do Bloco Afro Ominirá, uma das inúmeras atrações que desfilou no ‘Réveillon de Todos’.

Diversidade cultural atraiu uma multidão para o ‘Réveillon de Todos’. Foto: Nael Reis/Secom

Dentre as atrações que desfilaram no circuito da Avenida Litorânea no ‘Réveillon de Todos’, muitas vieram do Bairro de Fátima, local de forte tradição cultural. “No Bairro de Fátima nós temos tambor de crioula, escolas de samba, blocos tradicionais. É um bairro de muita riqueza cultural, e nós do Abibimã estamos aqui representando esta comunidade”, comentou Francinaldo Correa, integrante do Abibimã, bloco afro criado há 25 anos no Bairro de Fátima e que desenvolve trabalho social com crianças e adolescentes da região.

Além das apresentações que desfilaram pela via principal, o palco, montado próximo ao parquinho da Litorânea também garantiu a animação do público com diversas atrações, todas elas também maranhenses. Depois da meia-noite, após o espetáculo dos fogos de artifícios, as baterias de escolas de samba tomaram conta do palco próximo ao parquinho e transformaram a festa em um baile de pré-carnaval.

Antes disto, na tradicional contagem regressiva, a chegada de 2016 foi recebida da forma mais maranhense possível com as toadas, matracas e pandeirões do Boi de Maracanã, ecoando forte pela Avenida Litorânea, transformando o ‘Réveillon de Todos’ em um contagiante grito de guarnicê.

Turistas elogiam programação democrática

A chegada do ano novo na orla marítima de São Luís atraiu milhares de pessoas, dentre as quais um grande número de turistas, o que justifica a lotação máxima da rede hoteleira da cidade. Conforme números e informações dos hoteleiros da região. “Nos dias que antecederam o réveillon estávamos com uma taxa de ocupação de 70%. Na noite da virada de ano tivemos ocupação de 100%”, destacou o hoteleiro Orlando Salatiel.

A paraense Nubia Reis veio pela segunda vez passar réveillon na capital e elogiou a organização desse ano. “Magnífico, lindo e bem organizado. Eu e minha família pudemos conhecer com detalhes a cultura do maranhense. É de arrepiar. Sem falar do belo cenário, onde tudo isso nos foi proporcionado”, comentou a turista.

“Essa mistura foi diferente de tudo o que já vi por aqui. Algo muito bonito”, declarou Pedro Braga, turista goiano, que desde 2009, acompanha a virada em São Luís, juntamente com sua família e amigos.

A pequena Natalia Braz, de 7 anos, vinda de Curitiba, se divertiu imitando os passos dos brincantes do bumba meu boi e caiu na folia: “Aí, que legal. Aprendi tudinho. Vou ensinar para meus amigos”, disse.

Até o Sol raiar

Diversidade cultural atraiu uma multidão para o ‘Réveillon de Todos’. Foto: Nael Reis/Secom

Os maranhenses e turistas começaram a chegar cedo às praias do Calhau e São Marcos, lotando os hotéis da região, a espera da chegada de 2016. As atrações organizadas nos circuitos da Litorânea encerraram às 2h, mas os grupos de amigos e famílias se prepararam, inclusive, para acampar até o dia raiar. O comerciário Alcebiades Durans e sua família trouxe tudo que iam precisar. Como ele mesmo disse: “tudo é só curtição. Eu faço isso todo ano e a meninada gosta e eu me divirto com eles”.

“Trouxemos muita comida, água, cerveja e, claro, o refrigerante e suco para as crianças. Chegamos cedinho, curtimos o nascer e o pôr do sol e a batucada”, realçou Jaime Ramos, de Brasília/DF, que acampou com um grupo de amigos na praia e não tinha hora para sair.

Fiscalização na orla

Policiais reforçaram a segurança durante a programação festiva. Foto: Karlos Geromy/Secom

A montagem dos quatro pontos da queima de fogos e do palco para as apresentações do ‘Réveillon de Todos’ começou no dia anterior à virada do ano, no dia 30, e contou com inspeções de segurança do Corpo de Bombeiros, atuação das Polícias Civil e Militar, e um contingente da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes para disciplinar o trânsito, com agentes posicionados em todas as vias de acessos. Presença também da equipe do SAMU, pronta para os atendimentos emergenciais. Todos esses atores mobilizados para segurança total dos participantes do evento, que foi feito para todos e por pessoas e artistas da terra.

No encerramento, o público saiu maravilhado pela beleza e grandeza do espetáculo, onde muitos já planejam retornar ao longo dos próximos dias para as demais atrações do ‘Réveillon de Todos’, que tem como proposta principal uma interação com o público, nessa atmosfera amistosa de congraçamento dos povos.

Nenhum comentário

Leave a Reply