Escolher Menu

Últimas Notícias

CONCURSOS

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO

» » » Cirurgias de fissura labial seguem sendo realizadas pelo SUS em Imperatriz


PINHEIROFOTO 16:01





O serviço de correção do também chamado ‘labio leporino’ está disponível a partir desta segunda-feira (30)

Com a renovação do contrato de prestação de serviços com a equipe do Bucomaxilofacial Leonilson Gaião, a Secretaria Municipal de Saúde dá continuidade ao serviço de reparação de fissura labial. Desde que fora implantado em Imperatriz no início de 2014, o serviço já beneficiou dezenas de pacientes. De acordo com Gaião, a expectativa é que sejam realizadas dezesseis cirurgias por mês beneficiando assim um número maior de usuários do Sistema Único de Saúde.

“Na segunda feira (30), já temos uma cirurgia marcada. A parceria da Prefeitura é fundamental para manutenção deste serviço, que é extremamente importante, uma vez que no Maranhão, Imperatriz é o único município que disponibiliza esse procedimento na rede pública de saúde promovendo a reabilitação de dezenas de pacientes sem que eles precisem se deslocar para outros Centros”, afirma Gaião.

É importante ressaltar, segundo o bucomaxilofacial, que antes do funcionamento do serviço em Imperatriz, a única alternativa que as pessoas desta região tinham era buscar tratamento em outras cidades, principalmente em São Paulo – o que acarretava custo muito alto para o Governo do Estado com passagens e encaminhamentos.

“Além disso, os pacientes que buscam tratamento fora do domicílio acabam na maioria das vezes tendo um tratamento incompleto e resultados muito limitados, porque na maioria das vezes não conseguem fazer o acompanhamento dentro da periodicidade adequada – o que prejudica a reabilitação como um todo. Com o serviço aqui mesmo na cidade eles conseguem realizar os procedimentos dentro do período correto, obtendo a reabilitação de forma mais satisfatória”, acrescenta Gaião.

Para a secretária de saúde, Conceição Madeira, essa parceria tem um alcance social extraordinário e que proporciona satisfação a qualquer gestor. “Trata-se de um serviço que muda para sempre a vida de uma pessoa, e poder custear estas cirurgias e também disponibilizar uma equipe multidisciplinar para atuar no Centrinho, com certeza nos dar muita satisfação, pois isso mostrar que estamos cumprindo nosso papel de gestor público que é melhorar a qualidade de vida dos nossos munícipes”, pontua a secretária.

Vale destacar que o atendimento de pacientes com fissura labiopalatina é realizado nos níveis de atenção básica e especializada, sendo que o atendimento clínico multidisciplinar é prestado no Centrinho localizado no Hospital Escola da FACIMP, onde funciona o Curso de Odontologia, e o atendimento cirúrgico é realizado no Hospital Santa Mônica – instituição credenciada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para realização destas cirurgias. É válido ressaltar também que a estrutura do atendimento conta com cirurgião plástico, fonoaudióloga, psicóloga, assistente social, nutricionista e cirurgiões-dentistas de diversas especialidades.

Nenhum comentário

Leave a Reply