Escolher Menu

Últimas Notícias

CONCURSOS

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO

» » » Preso rapaz que confessou morte de irmão de policial militar


PINHEIROFOTO 02:23
Tayran confessou que matou pq estava sendo ameaçado pela vitima 


Policiais da ROTAM prenderam por volta das 22 hrs o rapaz que confessou ter assassinado o Açougueiro, Elidonio Cavalcante, irmão do policial militar Silva Junior, morador da Lagoa Verde, o Coronel Edeilson esteve pessoalmente comandando a operação, após descobrir que a vitima pegou o assassino no entrocamento, as investigações chegaram ao local exato, uma Oficina Mecânica na Avenida Dorgival, onde o suspeito trabalha, os policias foram ate a casa do suspeito na Vila Independente, onde encontrou o mecanico Tayran Sousa Cavalcante, que confessou o crime, disse que estava sendo ameaçado por Elidonio, por causa de uma devida uma divida 4 mil reais que a vitima lhe devia. 



Sobre a divida disse era da venda de dois jogos de pneus de uma caminhonete, quando perguntado como atraiu a vitima para local do homicídio, Tayran falou que ligou para mesmo fechando venda   dois pares de pneus de uma Hillux, e dois pares de um Golf, ai foram ate o povoado onde estaria escondido os pneus, chegando ao local, desceram do carro da vitima, uma Strada verde, apos caminharam poucos metros ele sacou o revolver e efetuou um tiro nas costa de Elidonio, a vitima teria corrido, ai ele efetuou outro tiro na cabeça, a vitima caída ele deu outro disparos na cabeça.



Ao entrar na Strada a esposa de Elidonio, continuava no banco de trás, Tayran disse que mandou a mulher descer do veiculo, ela teria avançado contra o mesmo, ele então sacou o revolver, ela de imediato colocou uma almofada  na frente, ele deflagou dois tiros contra a mesma, ela mesmo baleado conseguiu sair do carro, ele fugiu o carro da vitima, vindo esconder o veiculo em uma garagem em frente a Cooperleite.



Tayran ja esteve preso uma vez após ter sumido com um carro de um amigo, o amigo tinha registrado ocorrência dizendo que o carro tinha sido roubado, so foi soltou quatro dias depois porque o dono do carro retirou a queixa de roubo, o Coronel Edeilson falou que ele teria feitos vários assaltos num veiculo deixado na oficina.

Tayran foi apresentado no Plantão Central acusado de latrocínio e tentativa de homicídio, a Rotam também prendeu Lucio Ribeiro da Silva, é dono do revolver calibre 32 usado nos crimes, segundo Tayran ele teria alugado o revolver por R$ 300,00, na casa do Lucio os policiais encontraram um celular supostamente produto de rouba, devido estava travado e com fotos de pessoas que ele disse não conhecer.




1 comentários Preso rapaz que confessou morte de irmão de policial militar