Escolher Menu

Últimas Notícias

CONCURSOS

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO

» » » Projeto na área de Saúde Mental de Imperatriz é premiado em Congresso


PINHEIROFOTO 18:30




A experiência do grupo gestor levou o 6º lugar na 2ª Mostra da Atenção Básica do 4º Congresso de Secretarias Municipais de Saúde

Realizado em Palmas no período de 18 a 20 de abril, o Congresso que teve como tema central a transparência na gestão do SUS e as Especificidades nas regiões Norte e Nordeste, contou com a presença de milhares de congressistas e com a apresentação de diversos trabalhos na área de gestão da saúde nestas regiões.

E na mostra - Atenção Básica: Especificidades nas Regiões Norte e Nordeste, a experiência do grupo gestor da Saúde Mental de Imperatriz foi o único do Maranhão, e segundo da Região Nordeste premiado, ficando em 6º lugar no ranking geral. O projeto surgiu em 2013 e visa à melhoria das condições de trabalho na Rede de Saúde Mental, por meio de ações que contemple a ação e a formação.

“Guiados pelos princípios doutrinários do SUS, a gestão em saúde mental deve buscar essas melhorias, e foi dentro dessa visão, que montamos há três anos este grupo especializado em Saúde Mental que é estruturado por uma equipe multiprofissional composta por 06 profissionais de formações distintas”, explica o coordenador da Rede de Saúde Mental do Município, Alberto Clésio, ao falar da gratificação da equipe em ser premiada regionalmente em um evento de grande porte.

A secretária de Saúde, Conceição Madeira que apoiou a criação do grupo, lembra que iniciativas como estas dentro da Rede Pública de Saúde sempre são bem vindas, “pois projetos científicos enriquecem as discussões possibilita termos bons exemplos de gestão dentro da saúde SUS”, acrescenta a secretária ao falar da relevância da participação deste trabalho na discussão dos problemas e avanços do Sistema Único de Saúde nas regiões Norte e Nordeste.

Segundo a coordenação do Congresso, vale ressaltar que as discussões realizadas, as experiências apresentadas e principalmente as exitosas como a de Imperatriz podem levar cada estado participante a mudar paradigmas em processos e ações de promoção da saúde pública, e conseqüentemente melhorar a saúde disponibilizada ao usuário do SUS.

Vale ressaltar ainda que os trabalhos apresentados serão compilados em uma publicação que será patrocinada pela Organização Pan-americana de Saúde (OPAS). Segundo o representante da entidade, Fernando Leles, os premiados terão 30 dias para adequar seus trabalhos. Ele ressaltou ainda a responsabilidade que cada um tem agora de multiplicar as informações contidas nos trabalhos. 

O Projeto – Em pouco mais de dois anos e meio de existência o grupo conseguiu elaborar e aprovar junto ao Ministério da Saúde, quatro projetos voltados para o protagonismo de usuários e familiares, reabilitação psicossocial, geração de renda, cultura e arte. Organizou diversos eventos como Seminário da Saúde Mental em comemoração ao Dia Mundial da Luta Antimanicomial, em 2015. Elaborou, organizou e realizou capacitação para em Saúde Mental, para mais de 80 trabalhadores, em 03 módulos distintos com 65h totais. Ainda em 2015 o grupo inovou com o projeto de Intercambio Interno de Saúde Mental – que ficou em 5º lugar no prêmio INOVASUS 2015 na região Nodeste.

Nenhum comentário

Leave a Reply