Escolher Menu

Últimas Notícias

CONCURSOS

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO

» » » » Incêndio na Praia do Meio: Defesa Civil alertou barraqueiros sobre medidas de segurança


PINHEIROFOTO 20:37



Incêndio pode ter sido provado por manuseio incorreto de botijão de gás
            Um incêndio ocorrido na manhã dessa quarta-feira (27) na Praia do Meio, causado pelo manuseio incorreto de um botijão de GLP (gás de cozinha) acabou destruindo duas barracas instaladas para o período de veraneio-2016.

            O superintendente municipal da Defesa Civil, Francisco das Chagas Silva, informou que o incêndio pode ter sido causado por alguma falha no registro ou mangueira durante a troca do botijão.
            “A mangueira deveria estar vencida e imaginamos que a causa principal tenha sido isso, pois a pressão acabou estourando e provocando o incêndio”, avalia ele, ao frisar que o fogo acabou atingindo um outro botijão de uma barraca vizinha na Praia do Meio.
            Chico do Planalto ressalta que técnicos do órgão por diversas vezes prestaram orientações aos barraqueiros sobre o manuseio correto e os procedimentos de segurança em relação a botijão de cozinha. “Essas pessoas não entendem o trabalho desenvolvido pela Defesa Civil e acabam sendo [muito] agressivas com os agentes”, disse.

            Segundo o superintendente, alguns barraqueiros ignoram as regras e orientações repassadas pela Defesa Civil e citou, por exemplo, o caso de um barraqueiro que ligou uma extensão de aproximadamente 50 metros (energizada) passando por dentro da água para ligar um som no meio das mesas e cadeiras colocadas na beira do rio Tocantins.
            “O agente solicitou que fosse retirada a extensão e alertou para os riscos de um grave acidente com energia elétrica; o barraqueiro não aceitou a recomendação e tivemos que se deslocar da Praia do Cacau na tentativa de solucionar o impasse ocorrido na Praia do Meio”, comentou.

            Chico do Planalto ilustra ainda outra ocorrência verificada na Praia do Cacau quando um barqueiro resolveu, em meio a uma multidão que estava banhando na orla do rio, atracar o barco lotado de mercadorias. “Essa é uma área restrita apenas para banhistas, visando garantir a segurança das pessoas, mas esse barqueiro resolveu infringir as regras e ‘invadir’ a área demarcada para colocar o barco”, lamenta.
            Ele pondera que antes do início da abertura do veraneio, os agentes da Defesa Civil passaram em todas as barracas vistoriando e recomendando os cuidados necessários em relação à rede elétrica e botijão de gás.
Gil Carvalho

Nenhum comentário

Leave a Reply