Escolher Menu

Últimas Notícias

CONCURSOS

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO

» » » » Ildon Marques é impugnado por meio de Notícia de Inelegibilidade


PINHEIROFOTO 23:49


jornalista Josué Almeida Moura protocolizou, nesta sexta-feira, 19 de agosto de 2016, junto a juíza da 33ª Zona Eleitoral, o pedido de indeferimento do registro de candidatura de prefeito de Ildon Marques de Souza, da coligação “Para o bem de Imperatriz”.
Josué Moura argumentou que Ildon Marques teve contas de gestão reprovadas, inclusive pelo Tribunal de Contas da União, e que por isso se encontra alvo da “Lei da Ficha Limpa, a julgar pelo entendimento do STF”.

“Além do TCE, Ildon Marques de Souza, também figura na lista de gestores inelegíveis, com contas reprovadas, junto ao Tribunal de Contas da União, conforme demonstram os extratos de processos e respectivos acórdãos do próprio TCU. Assim, a situação de inelegibilidade ora noticiada se aplica ao pretenso candidato”, frisou.

Todavia, o que mais chama a atenção na petição do jornalista é fala política, contextualizada, e que leva em consideração o momento em que vive o Brasil na luta contra ex-mandatários que tiveram suas contas reprovadas por ato de desonestidade.

“Por fim, Excelência, não se deve olvidar do momento ímpar por que passa o nosso Brasil, diante de uma luta hercúlea contra políticos corruptos, que se notabilizaram na vida pública praticando, despudoradamente, atos de improbidade, amealhando recursos públicos, que poderiam salvar vidas, melhorar as cidades, e cuidar melhor das pessoas. 

Um velho caudilho, com contas reprovadas, condenado por ato de desonestidade, símbolo daquilo que a politicagem produziu ao longo dos anos, não pode desafiar a consciência cidadã, a moralidade na condução da coisa pública e a ética na política, participando de um processo eleitoral que não admite, por razões legais, alguém de vida pregressa como a do pretenso candidato Ildon Marques de Souza, emendou Josué Moura.

Ao final, o jornalista pediu o indeferimento do registro de candidatura de Ildon Marques, justificando que tomou a decisão de procurar a Justiça para atender sua consciência e seu dever cívico.
“Face ao exposto, e em paz com o meu dever de cidadão imperatrizense, mesmo correndo o risco de morte ou de ser linchado por aqueles que costumam alugar o verbo, requeiro de Vossa Excelência, seja recebida a presente NOTÍCIA DE INELEGIBILIDADE para que, adotadas as providências legais, depois da oitiva do Parquet eleitoral, INDEFIRA o pedido de REGISTRO DE CANDIDATURA de ILDON MARQUES DE SOUZA”.

Agora o pedido será enviado ao Ministério Público Eleitoral, e decisão poderá ser publicada nas próximas horas. (Brenda Herênio)

Nenhum comentário

Leave a Reply