Escolher Menu

Últimas Notícias

CONCURSOS

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO

» » » » Ivanildo diz que Davinópolis não aceita retrocesso


PINHEIROFOTO 14:11





O candidato à reeleição apresentou propostas que consolidam mais investimentos na melhoria da infraestrutura das vias urbanas


Davinópolis – No terceiro grande comício da coligação “Davinópolis não pode parar!” realizado nesta quarta-feira (24) no cruzamento das ruas São Pedro, com a XV de Novembro, no Centro, o candidato a reeleito prefeito Ivanildo Paiva (PRB) comentou que o povo não aceita mais o descaso administrativo e o retrocesso da cidade “Princesa do Tocantins”.

Ele disse que assumiu o mandato em janeiro de 2013, porém encontrou o município com contas praticamente zeradas, salários dos servidores atrasados, lixo espalhado por toda cidade, ruas em péssimas condições de tráfego, estradas vicinais acabadas, contas de energia e de água atrasadas e muita reclamação da população de Davinópolis.

“O recurso destinado para construção de banheiros na zona rural, os chamados kits sanitários, e a implantação de saneamento básico nas vias urbanas da cidade na ordem de R$ 1.516.000,00 [hum milhão, quinhentos e dezesseis mil reais] foi sacado de uma única conta da prefeitura no dia 28 de dezembro de 2012”, lembra ele, ao citar ainda que o dinheiro de outras contas que deveria ter ficado em caixa para pagamento da folha dos servidores e o 13º salário também desapareceu da conta bancária.

Ivanildo Paiva recorda que chegaram a cavar um buraco na rua Saraiva para justificar que estavam realizando a obra de saneamento básico, bem como colocaram tijolos e areia em várias casas no povoado Água Viva para tirar fotos e dizer que estavam construindo os kits sanitários.

“Esse dinheiro veio por meio da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), a empresa contratada praticamente decretou falência e o recurso, totalizando, R$ 1.900.000,00 [hum milhão e novecentos mil reais] sumiu, ainda em dezembro de 2012, da conta da Prefeitura de Davinópolis”, recorda ele, ao frisar que “esse dinheiro poderia ter sido utilizado para melhorar a qualidade de vida da comunidade carente da zona rural com a construção de banheiros e a saneamento básico nas vias urbanas da região central da cidade”.

Reconstrução – Ivanildo Paiva disse que trabalhou no propósito de reconstruir a cidade que estava com ruas inacessíveis, lixo por toda cidade, programas sociais sem funcionar e [muitas] contas em atraso. “Nós colocamos a casa em ordem, retomamos o desenvolvimento, investimentos no maior programa de pavimentação, recuperação das estradas, melhoria da saúde, da educação e reativamos os programa sociais”, finalizou.

Nenhum comentário

Leave a Reply