Escolher Menu

Últimas Notícias

CONCURSOS

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO

» » » Valéria se reúne com secretário de educação para discutir demandas da Região Tocantina


PINHEIROFOTO 20:45


Após o pronunciamento na Assembleia Legislativa, onde foi solicitado, mais uma vez, a construção de uma escola estadual de ensino médio no município de Ribamar Fiquene e a conclusão das obras de melhoria das escolas de Lajeado Novo e Carolina, a deputada Valéria Macedo se reuniu com o secretário de Educação, Felipe Camarão, em busca de esclarecimentos em relação sobre procedimentos a serem adotados.

“Desde o meu primeiro mandato venho solicitando essas demandas. É uma reivindicação da população e eu como representante busco transmiti esses pedidos ao Governo. E o atual governo sempre tem nos recebido e solucionado as questões. Espero que este pedido não seja diferente”, disse Valéria. 

O secretario Felipe Camarão afirmou que os pedidos apresentados foram avaliados positivamente e se comprometeu em retomar a obra da escola em Ribamar Fiquene ainda no começo de dezembro e retomará a conclusão das obras em Carolina e Lajeado Novo no 10 de dezembro e o início de 2017 respectivamente.

Durante a reunião, Valéria também pediu a construção do muro da escola de ensino médio em São Pedro dos Crentes, ela explicou que a construção do muro de proteção da escola trata-se de uma reivindicação da população com vistas a garantir mais segurança e conforto aos alunos, pais e professores. Segundo ela, a unidade escolar fica vulnerável a ação de vandalismo, além de expor alunos e funcionários aos criminosos que circulam na região. 

Valéria disse que as solicitações são fundamentais para melhoria e preservação das escolas e também melhores condições de ensino. Ela enfatizou ainda o trabalho desenvolvido pelo atual governo, a fim de dar rapidez aos pleitos.

“Estamos todos na expectativa do início dessas obras e que os municípios possam elevar a qualidade de ensino. Vou acompanhar de perto, pois é um antigo pedido que venho lutando desde 2011, ainda no governo anterior e espero que no atual governo seja solucionado”, afirmou Valéria Macedo.

Nenhum comentário

Leave a Reply