Escolher Menu

Últimas Notícias

CONCURSOS

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO

» » » » Com antecipação de salário, Governo injeta R$ 800 milhões na economia do MA em menos de um mês


PINHEIROFOTO 18:30

Mais de 110 mil servidores do Maranhão, sendo 74 mil ativos (entre efetivos, comissionados e temporários) e 38 mil inativos (aposentados e pensionistas) foram beneficiados com mais uma antecipação dos salários dos servidores estaduais, desta vez com o pagamento referente ao mês de dezembro, efetuado nesta sexta-feira (23).

Pelo calendário oficial, os salários deveriam ser pagos nos dois primeiros dias úteis do mês de janeiro, mas apesar da grave recessão econômica que assola vários estados do país, o Governo do Maranhão manteve a assiduidade no pagamento dos servidores, que durante todo o ano de 2016 puderam contar com o adiantamento dos seus salários.

Com mais esse adiantamento dos salários do funcionalismo estadual, o governo injetou a marca recorde de quase R$ 800 milhões na economia maranhense em menos de um mês, realizando o pagamento dos meses de novembro, dezembro e do décimo terceiro salário.

No dia 29 de novembro, o Governo do Estado utilizou mais de R$ 314 milhões para efetuar o pagamento dos servidores referente ao mês de novembro. No dia 16 de dezembro, mais de R$ 161 milhões garantiram o pagamento do décimo terceiro salário do funcionalismo estadual. Com o pagamento realizado nesta sexta-feira, orçado em mais de R$ 321 milhões, a administração estadual injetou um total de R$ 796.934.265,52 na economia do Maranhão em pouco mais de 20 dias, o que deve aquecer a economia do estado, estimulando o comércio e garantindo mais renda para a população. 

A funcionária pública Samira Simas elogiou o empenho do Governo do Estado em antecipar o pagamento dos servidores. “Parabéns! No meio do caos dos outros estados, aqui no Maranhão existe a gestão responsável dos recursos públicos”, comentou.

Gestão séria e responsabilidade fiscal
O Maranhão foi recentemente apontado como um dos poucos estados brasileiros que manteve situação fiscal favorável em 2016, encerrando o ano ‘no azul’ e sendo classificado pelo Tesourou Nacional como ‘estado bom pagador’.

Apesar da grave crise econômica nacional, o Maranhão conseguiu manter   investimentos e o pagamento dos servidores em dia graças à responsabilidade fiscal, que entre outros feitos, permitiu a economia de mais de R$ 300 milhões que antes eram gastos com supérfluos.

"Isso se chama responsabilidade com o dinheiro público, gestão séria e honesta. Outros Estados estão parcelando os vencimentos de novembro", lembrou o funcionário público Edeilson Silva ao elogiar o desempenho do governo do Maranhão em meio a um cenário de crise nacional.

No artigo ‘Desenvolvimento e responsabilidade fiscal’, publicado no último domingo (18), o governador Flávio Dino fala da batalha que a atual gestão estadual enfrenta nessa que já é uma das mais longas recessões da história do Brasil.

“A primeira medida que adotamos foi cortar mais de R$ 300 milhões em custeio e despesas administrativas, nas várias áreas do Governo. Com isso, mantivemos salários dos servidores rigorosamente em dia e temos um corajoso programa de investimentos, que tem mantido empresas funcionando e trabalhadores ocupados”, explicou Flávio Dino.

Para o governador Flávio Dino, a melhor maneira de enfrentar a crise econômica é garantir o desenvolvimento do estado com gestão cuidadosa e responsabilidade fiscal.

“Há quem talvez preferisse demitir servidores, parar obras, fechar hospitais e escolas. Isso só aumentaria a crise, além de ser uma brutal injustiça social. Nosso caminho é outro: o do desenvolvimento com responsabilidade fiscal. Está dando certo e vai dar mais certo ainda em 2017”, ressaltou o governador.

1 comentários Com antecipação de salário, Governo injeta R$ 800 milhões na economia do MA em menos de um mês

  1. 2017: a todos do blog, que fiquem atentos à picaretagem em 2017 & que vossas mentes permaneçam rápidas perante ao ilusionismo do PT.

    Um sublime 2017!

    Viva 2016!

    Em 2016 houve fato fabuloso sim, apesar de Vanessa Grazziotin falar que não, dessa forma equivocada assim:
    “O ano de 2016 é, sem dúvida, daqueles que dificilmente será esquecido. Ficará marcado na história pelos acontecimentos negativos ocorridos no Brasil e no mundo. Esse é o sentimento das pessoas”, diz Grazziotin.

    Mas, por outro lado, nem que seja apenas 1 fato positivo houve sim! É claro! Mesmo que seja, somente e só, um ato notável, de êxito. Extraordinário. Onde a sociedade se mostrou. Divino. Que ficará na história para sempre, para o início de um horizonte progressista do Brasil, na vida cultural, na artística, na esfera política, e na econômica.

    Que jamais será esquecido tal nascer dos anos a partir de 2016, apontando para frente. Ano em orientação à alta-cultura. Acontecimento esse verdadeiramente um marco histórico prodigioso. Tal ação acorrida em 2016 ocasionou o triunfo sobre a incompetência. Incrementando sim o Brasil em direção a modernidade, a reformas e mudanças positivas e progressistas. Enfim: admirável.

    Qual foi, afinal, essa ação sui-generis?
    Tal fato luminoso foi o:

    — «Tchau querida!»*

    [ (*) a «Coração Valente©» do João Santana; criada, estimulada e consumida. Uma espécie de Danoninho© ‘vale por um bifinho’. ATENÇÃO: eu disse Jo-ã-o SAN-TA-NA].

    Eis aí um momento progressista, no ano de 2016. Sem PeTê. Sem baranguice. Sem política kitsch.

    A volta de decoro ao Brasil.

    Feliz 2017 a todos.

    ResponderExcluir