.

.

Hemomar recebe doações no Dia Mundial do Jovem Adventista


Diversas ações sociais foram realizadas na cidade durante a semana comemorativa

O Projeto Vida por Vidas é coordenado pelos jovens da Igreja Adventistas do Sétimo Dia, e desde 2006 faz parte do calendário de atividades oficiais da Igreja em toda a América do Sul. Em 2017 esta campanha ganhou ênfase mundial por ocasião da celebração do Dia Mundial do Jovem Adventista (Global Yoyth Day), comemorado no dia 18 de março.

O estudante Michel Ribeiro aproveitou a oportunidade para ajudar pessoas: “acho importante salvar vidas de pessoas que eu nem conheço, já faz um tempo que sou doador”, afirmou.

Para a assessora do Hemomar Imperatriz, Lidimar Fernandes, os doadores chegaram num momento oportuno, pois estavam enfrentando uma baixa no estoque de sangue: “O Vida Por Vidas é uma campanha séria, são nossos parceiros há algum tempo e só tem somado com nosso trabalho no abastecimento do nosso banco de sangue. É louvável o incentivo dessa igreja! Muito bom ver esses jovens empenhados nessa causa, estão todos de parabéns pela iniciativa”, comemorou.

Este é um projeto anual promovido pela Igreja Adventista do 7º Dia. Criada em 2005 e premiada em 2006 pela Organização Mundial de Saúde, a campanha já somou mais de 300 mil doadores em oito países da América do Sul.

O Projeto Vidas por Vidas alcançou êxito e credibilidade. E através de cadastros, têm os participantes têm sido acionados, para atender necessidades emergenciais.

Outras ações

Mas não foi só doação de sangue, na semana que antecedeu essa comemoração, os jovens adventistas ao redor do mundo realizaram ações que lhes são comuns como, por exemplo, limpeza de praças, vistas a asilos e hospitais e realizaram ainda arrecadação e distribuição de alimentos à população carente.

Em Imperatriz não foi diferente. Os jovens participaram de uma espécie de acampamento denominado AcampJA online, onde o líder para a região sul do estado, pastor Nazareno Santos, lançava provas diariamente via live no Facebook, dando o prazo de 24h para sua execução e postagem nas redes sociais. Dentre os desafios estava a adoção de um mendigo por um dia e conscientização da importância de hábitos saudáveis nas academias e espaços públicos.

Pacientes da UPA do Centro, também foram visitados e as mulheres foram especialmente homenageadas em alusão ao também Dia Internacional da Mulher. Elas receberam flores e os demais, literatura cristã.

Janaína da Silva Araújo, líder dos Jovens Rosas de Sarom, da congregação localizada na Avenida Newton Belo, participou durante toda a semana e conta como foi desafiador conduzir seus jovens: “Foi muito corrido, mas muito gratificante poder ajudar pessoas, especialmente quando ajudamos a um mendigo, foi realmente marcante a experiência”, revelou a diretora.

Simone Joe

Assessora de Comunicação da Igreja Adventista no sul do Maranhão