Recorde de público consagra carnaval de Imperatriz


Organização e segurança marcaram a festa

            Foram quatro dias de muita animação e mistura de ritmos no circuito da folia. A Jardineira puxava os brincantes da Praça Mané Garrincha até a Praça da Cultura e arrastou multidões. No palco principal, bandas locais e nacionais se apresentaram em shows que garantiram a diversão com muita tranquilidade.


            De acordo com a organização, cerca de 30 mil pessoas passaram pelo corredor da festa a cada dia. Para Chiquinho França, presidente da Fundação Cultural de Imperatriz, a determinação do prefeito Assis Ramos e as parcerias com o Governo do Estado e empresas privadas contribuíram para o sucesso do evento. “Eu sabia que a gente ia fazer um bom carnaval, mas me surpreendi, e realizamos um super carnaval. Eu tenho orgulho dessa cidade”, disse emocionado e enfatizou que o resultado é um esforço de uma equipe comprometida.


            “Acredito que fizemos o segundo maior carnaval do Maranhão. Imperatriz ficou em Imperatriz. O nosso povo desarrumou as malas e veio para a praça acompanhar o circuito da jardineira, trazendo sua família”, destacou.


            Na terça-feira, última noite de carnaval, foram premiadas as fantasias mais criativas e originais, na categoria adulto (masculino / feminino) e infantil, além dos blocos de rua, que trouxeram a alegria e irreverência para o circuito.

            Nadiele Mesquita, vestida de anjo, participou pela primeira vez do concurso e afirma que não esperava ser escolhida. “Eu criei minha fantasia com elementos que eu tinha em casa, tive a ideia e fiz, estou muito surpresa com o resultado”, ressaltou. Ela disse que o carnaval de Imperatriz foi “super organizado e quem não participou perdeu a oportunidade, mesmo com muitas festas em cidades próximas, Imperatriz não deixou nada a desejar, está valendo a pena”, concluiu.


            A segurança foi reforçada durante todo o percurso do carnaval. De acordo Oziel Alves de Oliveira, sargento do Corpo de Bombeiros, o trabalho nos dias da folia foi de prevenção, no combate ao incêndio, cuidados com equipamentos elétricos e fiação exposta, além da “supervisão da estrutura do palco e orientações aos brincantes para evitar acidentes”, explicou. Agentes de trânsito, polícia militar e SAMU também garantiram a tranquilidade da festa e o atendimento de ocorrências. Equipes do Conselho Tutelar, da Vara da Infância e Juventude e Comissariado de Justiça estiveram presentes para coibir a venda de bebidas alcoólicas para menores de idade.