.

.

Rapaz que morreu no Socorrão vitima de tiros poder ter corpo exumado por não ter dado entrada no IML



O Delegado Regional de Imperatriz, Eduardo Galvão, informou na tarde desta sexta feira(28) que Delegacia Regional de Segurança, irá solicitar a Justiça a exumação do corpo de Bruno Hurlley da Silva, 20, o pedido se deve porque o corpo do mesmo que morreu no Socorrão vitima de disparos de arma de fogo, não deu entrada no IML de Imperatriz.

Ele tinha sido baleado com vários tiros na noite de quarta feira por dois motoqueiros, crime ocorrido na Vila Fiquene, o mesmo chegou a ser socorrido para Socorrão, onde foi submetido a uma intervenção cirúrgica, mais veio a óbito na tarde de quinta feira, o corpo de Bruno não deu entrada no IML de Imperatriz, do Hospital foi liberado para família, pelas informações Bruna teria sido morto por engano, devido se parecer muito com Banguelo, e estaria em companhia do mesmo.

Pessoas assassinadas por Lei tem que serem levadas para IML para fazer a necropsia balística, onde são retiradas os projetil, policiais da Regional foram na tarde de sexta feita ate o Socorrão, pegar todas as informações sobre a vitima, o Delegado informou quem nem a ocorrência teria sido registrado na policia, a Regional tem uma Delegacia especializada para investigar os homicídios, e nessa caso não teria como investigar.