.

.

Em Imperatriz, governador inaugura reforma da Uema Sul, vistoria obras da Beira-Rio e do Mais Asfalto



A expansão do ensino superior no Maranhão começou a se tornar realidade com a criação da Universidade Estadual da Região Tocantina (Uema Sul). Dando continuidade a esses investimentos, o governador Flávio Dino esteve em Imperatriz neste sábado (20) para entregar a etapa principal das obras de reforma e ampliação do campus da Universidade e assinar ordem de serviço para a construção de novo campus para os universitários imperatrizense. Na ocasião, a comitiva do Governo do Estado anunciou nova etapa do programa Mais Asfalto e vistoriou obras da Beira-Rio.

Demanda histórica da comunidade acadêmica de Imperatriz, a Uema Sul alavanca a qualidade do ensino de 22 municípios da Região Tocantina com a autonomia administrativa e na gestão de recursos, e marca uma nova fase na história do ensino superior do Maranhão. "Demos mais um passo para realizar um sonho de décadas. Estive aqui sancionando a lei que criou a universidade e os resultados desses passos já estão sendo percebidos, por se ampliaram os investimentos a partir dessa autonomia. Nós temos agora a entrega desse prédio totalmente reformulado, vamos lançar o novo prédio e estamos com o planejamento da reitora com os cursos que serão lançados em 2018 a partir de um debate acadêmico e com a sociedade local", afirmou o governador.

Uma das primeiras iniciativas após a criação da Universidade, as obras, que tiveram investimentos de R$ 3,1 milhões, incluíram reforma de 32 salas de aula, cinco laboratórios, salas do setor administrativo e da sede do Diretório Central dos Estudantes. O recurso foi aplicado também na construção de novas estruturas como a área de vivência com cantina e espaço para reprografia, além de um novo laboratório de informática. A reforma contou ainda com reparos na parte elétrica, hidráulica, telhado, piso, fachada e guarita e jardins.

"É a materialização de um sonho de muito tempo, de pessoas que queriam e desejavam muito esta universidade. E essa autonomia vem junto com um grande desafio de fazer um desenvolvimento regional. Nós somos a primeira universidade estadual do Maranhão com foco no desenvolvimento regional. São 22 municípios que estão na área de abrangência, alguns com IDH que precisam ser trabalhados e a função da universidade é para mudar justamente esta realidade", disse a reitora da Uema Sul, professora Elizabeth Fernandes.

A solenidade de inauguração da reforma do Campus de Imperatriz da Uema Sul contou ainda com a assinatura da ordem de serviço para a construção de um novo prédio para os universitários imperatrizenses, que será localizado no Parque de Exposições da cidade. Na oportunidade, o governador falou sobre uma expansão em breve da instituição de ensino. "Vamos celebrar, se Deus quiser, uma pareceria com a prefeitura de Estreito para que a gente abra um campus da Uema Sul na cidade, vamos agora reformular o campus de Açailândia, de modo que a autonomia só traz bons resultados para os alunos, os professores, vai abrir mais oportunidades de vagas e melhora a infraestrutura para que se tenha um ensino de mais qualidade", acrescentou o governador.

Avanços
Essas conquistas também foram destacadas pelo secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto: "Ingressei na universidade em 1995 e já havia essa dupla vontade de da emancipação e autonomia, que foi concedida com muita coragem pelo governador Flávio Dino, pela crença que ele tem em defesa da região Tocantina. E hoje com a entrega desse prédio com novas instalações, totalmente reformado e com a ordem de serviço para a construção de um novo prédio são avanços muito significativos".

"É um grande momento, histórico para a educação na Região Tocantina. Estamos aqui, a comunidade discente e docente, para construirmos juntos uma universidade em um processo em que todos nós devemos participar, devemos estar atuantes. Vamos à luta para construir a universidade que todos nós queremos, uma universidade de todos nós", enfatizou o aluno Julio Cesar da Conceição.

Mais obras e ações
A passagem do governador pela cidade de Imperatriz marcou também o anúncio de mais uma etapa do programa Mais Asfalto, que já beneficiou os cidadãos imperatrizenses com a pavimentação de 74 km de ruas e avenidas e, agora, garantirá a recuperação de mais 20 km de vias urbanas. O investimento total é da ordem de R$ 6 milhões para essa nova fase.

A vistoria do início da nova etapa do Mais Asfalto foi feita na Rua Luís Domingues, entre BR-010 e Avenida Tancredo Neves, no bairro Entroncamento. “Recuperação asfáltica importante para melhorar o trânsito, a trafegabilidade e a qualidade de vida das pessoas. É o Governo Flávio Dino trabalhando intensamente para fazer com que Imperatriz avance cada vez mais”, enfatizou o secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto.

Outra importante obra vistoriada e que se tornará o cartão-postal de Imperatriz foi a Beira-Rio. Orçada em R$ 3,1 milhões, as obras da primeira etapa estão em fase final – que contemplam o aterro de uma lagoa artificial para a construção de uma praça de eventos e a contenção da erosão da margem do rio Tocantins – e serão entregues nos próximos meses.