Justiça decreta prisões Preventivas de PMs do Maranhão e Pará

Arte- Imirante
Encontram presos no 3º Batalhão da Policia Militar, os solados Mayke, Breno e Jack Helson, a prisão foi em cumprimento a três Mandado de Prisões Temporárias, expedida pelo Juiz da 2ª Vara Criminal, Marcos Antônio Oliveira, Breno e Mayke pertence a PM do Maranhão, enquanto Jack Helson, PM do Estado do Pará. 

Três policiais são acusados de extorsões e participação no assassinato Fábio Conceição Silva, de 29 anos, ocorrido em 1º de setembro de 2016, crime ocorrido no Parque Sanharol, Fabio tinha passagem pela policia pelo trafico de drogas, de acordo com a policia Civil, Fabio teria denunciado  no Ministério Publico os PMs por extorsões, uma semana depois ele foi morto.  

Breno Duarte Bezerra, foi preso quando estava de serviço na 3º Companhia Independente de Policia Militar em Amarante, ele estava trabalhando, o PM do Pará, Jack Helson Nascimento Assunção, foi preso no Bairro Bacuri em Imperatriz, o soldado Mayke se apresentou na final da tarde de segunda feira, na Delegacia de Homicídios, acompanhado do seu advogado e Presidente da Associação de Cabo e Soldados, Sargento Adelino.

As Prisões dos Policiais faz parte da Operação Diamante Negro, realizada  pela Superintendência Estadual de investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) com apoio de Policias Militares do GOE e Força Tática, os policiais foram encaminhados para 3º Batalhão de Policia Militar, onde ficaram por 30 dias presos, podendo ser prorrogado por mais 30 dias, ou transformados em Prisões Preventivas. Os policiais também cumpriram Mandados de Busca e Apreensões nas casas dos soldados.