.

.

Policial do Pará e preso acusado de um homicídio na cavalgada de Buritirana

Polícias Militares apresentaram na madrugada de segunda feira no Plantão Central da Regional de Segurança de Imperatriz, o policial militar do estado DF o Pará, Fábio Henrique Leite dos Anjos, ele foi preso na barreira da cidade de João Lisboa, quando passava com seu veículo e mas dois amigos, Adriano e Lucas, na frente do veículo tinha manchas de sangue, a prisão do PM porque o mesmo é acusado de ter assassinado uma pessoa por volta das 20 hrs e 40 minutos.

Foram apreendidos a pistola .40 dois pentes carregados com 12 projétil, Lucas e Adriano falou que nem ouviu disparos devido o barulho dos carros de som automotivos, falou que Fábio chegou para ele e disse' Vamos Embora' uma pessoa informou aos policiais que Adailton Nobre Lima, ele estava na moto Bros vermelha, teria colidido no carro do PM, ele teria levado e começou  a a chutar o carro do policial, um colega do PM teria  a falado," rapaz o carro chutando teu carro e tu não faz nada" os três foram apresentados no plantão Central para os procedimentos legais.

A vítima Adalton, nem chegou a ser socorrida e morreu no local, um outro homicídio aconteceu. Wesley, a vítima, ele foi baleado com um tiro na nuca, informações do pai dá vítima e que a namorada de Wesley e outro amigo, foi que o autor do disparo foi um conhecido dá vítima, o autor do disparo estaria com amigo de Wesley, esse amigo teria abraçado a vítima e por traz o elemento efetuou os disparo.

Wesley, chegou a ser socorrido para Socorrão em Imperatriz mas veio a óbito em seguida, também na festa dá Cavalgada um rapaz sofreu uma tentativa de homicídio, ele levou uma perfuração nas costa, o elemento furou foi preso e também trazido para Imperatriz, a vítima foi atendida no Hospital de Buritirana e depois liberada.

O Delegado titular dá Delegacia de João Lisboa, Diego Ricardo Schiavini, falou que o PM do Pará, Fábio Henrique, está sendo autuado pelo crime do homicídio de Adailton, sobre o homicídio de Wesley, o crime será investigado pela Delegacia de Amarante.