Prefeitura apresenta balanço financeiro do último quadrimestre de 2016


Atendendo previsão legal da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), a Prefeitura de Imperatriz apresentou o balanço financeiro do último quadrimestre de 2016 em sessão de audiência pública na Câmara Municipal na manhã desta quinta-feira, 04, dirigida em conjunto pelas comissões de Orçamento e Contabilidade e de Saúde.

A apresentação foi feita pelo secretário municipal de Fazenda e Gestão Orçamentária, José Ribamar Ferreira Oliveira, e seu adjunto, Ely Samuel, assessorados por uma equipe de técnicos das secretarias de Educação e Saúde, Ouvidoria e Procuradoria do Município.

Das receitas correntes previstas para 2016, cerca de R$ 653 milhões e 950 mil, a Prefeitura realizou pouco mais de R3 605 milhões e 420 mil, havendo dedução compulsória para o Fundo de Desenvolvimento da Educação (Fundeb) de R$ 43 milhões e 598 mil, resultando em saldo líquido de R$ 567 milhões e 623 mil, alcançando 81% da previsão orçamentária para o ano.

No quadro das receitas próprias, a Prefeitura arrecadou R$ 7. 627.721,85 com IPTU; R$ 3.803.727, 21 de ITBI; R$ 37. 372.914,40 com ISS; e R$ 10.742.842, 40 com IRRF.

Em comparação com 2013 (R$ 58.842.225,99), 2016 registrou drástica redução na arrecadação do ISS, quadro, segundo o secretário José Ribamar Oliveira, justificável: "Naquele momento iniciou-se a construção da indústria da Suzano Papel e Celulose e por conta disso tivemos várias empresas que se instalaram na cidade, gerando receita ao Tesouro Municipal".

A despesa líquida com pessoal (ativos, inativos, pensionistas, terceirizados e outros) foi de R$ 295.232.816,18.

A receita prevista para financiamento da saúde de pouco mais de R$ 161 milhões chegou a R$ 133 milhões e 201 mil, 82,73% da previsão.