Advogado é preso quando tentava fazer prova do vestibular do curso de Medicina para outra pessoa


Foi conduzido para o plantão central o nacional GILCLECIO FARIAS LUZ, pelo crime de uso de documento falso. Gilclecio tentou fraudar o vestibular para o curso de medicina da Universidade CEUMA, onde o mesmo tentou realizar o certame no lugar de TIAGO DA CONCEIÇÃO AQUINO. Ao ser solicitado que o mesmo colocasse o dedo no aparelho de identificação digital GILCLECIO se recusou o que chamou a atenção da equipe da policia civil que estava no local do exame, que foi realizado consulta no sistema de identidades e foi constatado a foto de outra pessoa. Após alguns instantes Gilclecio confessou que fora contratado por TIAGO para fazer a prova. Em seguida foi dada voz de prisão ao mesmo, que foi conduzido ao plantão central e está a disposição da justiça.