..

..

AUMENTO NA TAXA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA: Prefeito Juscelino Oliveira sofre desgaste político junto a classe média de Açailândia.




Depois que a Câmara Municipal de Açailândia (legislatura 2012/2016) aprovou o aumento exagerado da taxa de iluminação pública dos munícipes, projeto de lei emanado do Poder Executivo, sua administração vem sendo amplamente criticada nas redes sociais e o prefeito Juscelino Oliveira (PCdoB) começou a pagar um alto preço político junto a classe média. Não apenas por quem não votou no seu discurso de campanha “MEXER PRA QUÊ”, mas principalmente por muitos dos aliados de primeira hora, que agora já se declaram insatisfeitos com a atual gestão.

Esse desgaste político está se refletindo também na sua administração, pois, as principais ações básicas da cidade, segundo moradores, não estão chegando para toda a população, como por exemplo, a iluminação pública da cidade e a recuperação de ruas esburacadas nos Bairros, entre outras mais, que são de anseio da população de Açailândia. E, ao que tudo indica, é que o prefeito de Açailândia já esteja pagando, com alto desgaste numa grande camada da população que o elegeu onde o mesmo obteve uma expressiva votação em todas as classes econômicas; tanto na classe mais baixa, média e na classe média-alta. Em Açailândia são pouquíssimos os ricos e estes também já sofrem com os custos adicionais em suas contas de energia (AUMENTO na taxa de iluminação pública) assim como os mais pobres que sempre fazem reclamações pedindo uma solução para o caso.
“Você pode até mudar o prefeito (a) da cidade, mais a velha política brasileira e o jeito de governar continuará sendo sempre o mesmo…


Blog Folha de Cuxá