Casal tocantinense é preso fazendo sequestro relâmpago

Policiais Militares prenderam por volta das 11hrs 30 minutos, um casal acusado de estava fazendo um sequestro relâmpago de uma mulher em uma caminhonete S10 branca, o sequestro aconteceu quando a vítima estava entrando na caminhonete, em frente ao uma concessionária de veículo na BR 010, por volta das 11 hrs da manhã, o casal identificada por David Michael Soares de Amorim, 23 anos e Érica Jordana lima Vieira, 21 anos, são naturais de Palmas(TO), o sequestro relâmpago teve a participação de outro elemento identificado por Renato.



No momento que a sequestrada Maria Consolação da Costa Ângelo, estava sendo colocada no banco de traz da S10, um rapaz que passava de moto percebeu a ação dos bandidos e saiu seguindo a distância, vindo informar a policias da Viatura do Conjunto Vitoria, de imediato iniciaram a perseguição policial nas proximidades da Rotatória da Ponte Dom Afonso, na BR 010.

Os bandidos ao perceberem que estavam sendo seguidos, entraram para Conjunto Vitoria, no Bairro Habitar Brasil o casal foi preso após colidir a caminhonete em um poste, o outro elemento identificado por Renato, conseguiu fugir.



Os policias apreenderam a balsa da vítima, dentro estava celular, calculadora, R$ 245,00 reais, quatro cartões de banco da vítima, com David a polícia encontrou uma trouxa de maconha, a prisão do casal foi feita pelo Cabo Chaves e soldado Coimbra, a dupla foi apresentada na 10ª Delegacia Regional de Segurança.

Erica Jordana, estava a uma semana na cidade de João Lisboa, na casa de familiares, ela disse que entrou de laranja, falou que no ano passado cursou o 5º período do curso de Direito na UBRA em Palmas, tinha vindo passar uns dias na casa da avó, David Michel falou que está em Imperatriz a um mês, já esteve preso por um ano e três meses em Palmas pelo crime de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, ele falou que a mulher eles iriam liberar na saída da cidade após tivesse abastecido a caminhonete. Os procedimentos legais foram feitos pelo Delegado Rodrigues Neto.