..

..

Prefeitura faz licitação para compra de medicamentos

Legenda: O presidente da CPL, Luís Gomes Júnior, enfatiza a transparência nos processos licitatórios da Prefeitura de Imperatriz.


Empresa será escolhida após credenciamento e avaliação das propostas

A Prefeitura de Imperatriz, através da Comissão Permanente de Licitação (CPL), iniciou o certame para a compra de medicamentos que abastecerão os estoques da rede municipal, principalmente os postos de saúde e o Hospital Municipal, “Socorrão” (adulto e infantil). Todo processo tem ocorrido de maneira transparente e os editais foram publicados no site http://www.prefeituradeimperatriz.com.br/

O presidente da Comissão Permanente de Licitação (CPL), Luís Gomes Lima Júnior, ressalta a lisura do processo que ocorre no parâmetro dos princípios da legalidade, sendo uma “licitação complexa, pois envolve um número maior de licitantes neste certame”.

Ele explicou que a CPL iniciou ontem (26) a abertura do procedimento e o credenciamento das empresas e, em seguida, suspenderá a “sessão de licitação” para analisar as propostas ofertadas pelos licitantes para compra de medicamentos.

A escolha da empresa vencedora somente ocorrerá depois do credenciamento e avaliação das propostas e, posteriormente, habilitação da firma, de acordo com a exigência das leis nº 8.666 e nº 10.520, do Pregão, bem como os documentos obrigatórios publicados no edital. “A que oferecer o melhor preço e, depois, for habilitada em todos os documentos legais", será declarada vencedora do certame” – informou.

Luís Gomes Júnior convidou todos os órgãos de fiscalização, o Poder Judiciário, Ministério Público e a Câmara de Vereadores, para acompanharem o andamento dos processos licitatórios da Prefeitura de Imperatriz.

Licitação de leite especial

Em atendimento às ordens judiciais, a Prefeitura também realiza procedimento licitatório para aquisição de leites especiais, destinado às famílias de baixa renda ou mães que, comprovadamente, não dispõem de condições de adquirir o alimento. “O município cumprirá essa determinação judicial, pois essa alimentação especial visa suprir as necessidades das crianças ou das mães que estão abaixo do peso, pois esse certame atende a essa demanda da Secretaria Municipal de Saúde (Semus)” – explicou Luís Gomes Júnior.