Próteses e cadeiras de rodas são entregues pela Prefeitura


Programa representa o cuidado da gestão com a população

Com o objetivo de proporcionar mais qualidade de vida aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), a Prefeitura de Imperatriz, através da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), realizou, na tarde de segunda-feira (29), mais uma entrega de cadeiras de rodas, próteses e materiais de apoio para correção de postura. A ação beneficia diversas famílias carentes, que voltam a ter seus movimentos físicos possíveis, por meio da tecnologia.

O Programa Órtese e Prótese funciona no prédio do Centro de Saúde Três Poderes e atende 45 cidades da macro região de Imperatriz. Centenas de pacientes, em sua maioria, perderam seus membros (inferiores ou superiores) em acidentes ou por causa de alguma doença e convivem com o fantasma da invalidez, por não ter condições financeiras de adquirir o auxílio.

O aposentado João Alves de Sousa, foi o primeiro a receber a prótese de membro inferior. O idoso teve sua perna amputada em decorrência do diabetes. “Em 2013 perdi a perna direita e em 2015 a esquerda. Essa perna aqui (prótese inferior direita) eu ganhei no hospital quando a minha foi amputada, mas a esquerda eu estava aguardando ansiosamente”, relatou, emocionado.

Segundo a irmã de João, Maurina Correa de Sousa, que acompanhou todo o processo, a prótese veio em boa hora e ajudará em seu dia a dia. “Ele consegue fazer tudo com as pernas mecânicas e isso lhe dá mais autonomia. Agora ele vai, por exemplo, poder tomar banho sozinho. Graças a Deus que chegou, somos aposentados, mas não conseguiríamos comprar uma tão cedo”, ressalta a aposentada.

O auxiliar de gesso, que não quis se identificar, conta que perdeu uma de suas pernas em um acidente de moto, e que a Secretaria de Saúde é sua única opção de ter seus movimentos de volta. “Eu tive a perna amputada em decorrência de um grave acidente que sofri há três anos, e tudo ficou muito complicado, mas agora eu vou poder me locomover com mais facilidade”, afirmou.

Para o secretário de Saúde, Alair Firmiano, manter programas como este no município representa o cuidado e a responsabilidade que a administração tem com a população. No total, foram entregues quatro cadeiras de rodas, duas próteses mamárias e sete próteses de membros inferiores. “Com essas políticas públicas, além de melhorar a qualidade de vida das pessoas, nós trabalhamos o social, pois são muitas famílias beneficiadas e na maioria carentes, que não dispõem de dinheiro para adquirir os dispositivos na rede privada”, enfatizou.

Entrega - A coordenadora do Programa, Marlene Diniz, explica que os beneficiados com a entrega, tanto das cadeiras de rodas quanto das órteses e próteses, são pacientes cadastrados no programa. “Todos os dias nós atendemos diversos pacientes que nos procuram. Eles são cadastrados e iniciamos o processo de cada um para que possamos entregar no menor tempo possível”, informou.

Ela reforça ainda que o trâmite não é tão simples, pois não podem fazer compra por dispensa de licitação. “Às vezes temos o processo licitatório para aquisição de uma única cadeira, mas vale alertar que ao dar entrada no pedido, necessitamos de laudo do médico, porque as cadeiras são adquiridas de acordo com as especificações exigidas pelo especialista, e sob medida”, esclarece a coordenadora.