Vereador Zesiel solicita acompanhamento pedagógico a crianças internadas no HMI



O objetivo é evitar que haja prejuízos à vida escolar durante períodos de internação hospitalar.

A Câmara Municipal aprovou nesta quinta-feira (22) a indicação para implantação de acompanhamento pedagógico às crianças internadas no Hospital Municipal Infantil de Imperatriz (HMI). De autoria do vereador Zesiel Ribeiro, o pedido, direcionado ao executivo municipal, inclui ainda a disponibilização de livros infantis em estantes acessíveis para as crianças que aguardam atendimento e também a presença de contadores de história.

Com votação unanime, a indicação nº 304/2017 atende ao disposto na legislação federal conforme justificou o vereador: “Fiz questão de enfatizar o artigo 205 da Constituição Federal porque afirma que a educação é direito de todos, e incluir a Resolução 41/95 do CONANDA, que estabelece o direito a crianças e adolescentes de terem atendimento em educação enquanto estão internadas, principalmente as que permanecem em hospitais num prazo superior a 15 dias para que o desenvolvimento da aprendizagem não seja prejudicado”, explica.

A relevância do pedido, de acordo com Zesiel, se fundamenta nas recomendações do Ministério da Educação (MEC) em relação ao atendimento a alunos com necessidades educacionais especiais e nas experiências exitosas de outros municípios.

“Com o acompanhamento pedagógico e a presença dos contadores de histórias em ambientes hospitalares, as crianças que chegam em busca de atendimento se distraem evitando assim sofrimento. Já os pequenos pacientes que estão em longos períodos de internação podem seguir os estudos. Além de garantir o acompanhamento curricular, o serviço ainda traz benefícios para o próprio tratamento de saúde, pois facilita a adaptação ao ambiente hospitalar, propicia uma melhora mais rápida, eleva a autoestima e até reduz o tempo de internação dos alunos/pacientes. 

O próprio MEC divulga os resultados obtidos na Classe Hospitalar, que funciona há sete anos no Hospital da Universidade Federal da cidade Grande Dourados (UFGD) no Mato Grosso do Sul”, observa.