Trânsito e Transportes Sinalização organiza feirantes e trânsito no Mercadinho


Medida democratiza a utilização de espaços públicos

A primeira etapa do projeto de regulamentação de barracas de vendedores de frutas e verduras, e do trânsito, no setor do Mercadinho, maior feira livre de Imperatriz, disciplina a utilização de espaço público com áreas definidas para motos, carros e de carga e descarga. A sinalização está sendo implantada nas ruas Benedito Leite e Aquiles Lisboa, com instalação de tachões refletivos, pintura de faixa amarela e placas de orientação sobre o estacionamento. Projeto foi elaborado pelos técnicos das secretarias de Agricultura e de Trânsito.

O secretário Leandro Braga assinala que a primeira medida, na Rua Aquiles Lisboa, foi organizar os pontos das barracas que se misturavam com os veículos e os consumidores no Mercadinho. Foram realizados os levantamentos e demarcados os espaços destinados para 200 pessoas que trabalham na feira livre. “Nós deixamos espaço para o consumidor adquirir seus produtos, bem como decidimos colocar apenas uma faixa de fluxo de veículos demarcado por sinalização horizontal e vertical” - explicou o secretário de Trânsito.


A iniciativa da prefeitura melhorou consideravelmente o fluxo de veículos no Mercadinho, alvo de constantes reclamações da população nos últimos 20 anos, democratizando a utilização do espaço público para os feirantes, consumidores e motoristas. “Gostei demais dessa mudança, pois era muito complicado passar por este seto, principalmente aos finais de semana” - reforçou o pintor Cícero Gomes.

Nesta terça-feira, 28, foi realizada reunião com representantes da Defesa Civil e das Secretarias de Planejamento Urbano; Agricultura, Abastecimento e Produção; e Trânsito, para alinhar sobre a força tarefa que será feita nesta quarta-feira, 29, pela manhã, no Mercadinho. Em conjunto, órgãos irão reforçar as orientações e fiscalizar o passeio público, bem como às demarcações na rua, e assim evitar que as calçadas sejam tomadas por barracas e mercadorias.