Complexo Esportivo e de Lazer Jurivê de Macêdo será inaugurado nesta sexta-feira


Local homenageia um maiores jornalistas de Imperatriz, em projeto de Lei aprovado pela Câmara de Vereadores

Complexo Esportivo e de Lazer Jurivê de Macêdo, na Rua do Outono, próximo à comunidade Católica São Judas Tadeu, será inaugurado nesta sexta-feira, 27, às 18h, no Parque das Palmeiras. Essa é mais uma obra que vai marcar a gestão do prefeito Assis Ramos na valorização do esporte e cultura em Imperatriz.

Antes, o espaço funcionava como esconderijo para marginais e, agora, é composto de quadra de futsal, vôlei, basquete e futebol de areia, além de uma praça de lazer para os moradores do Parque Amazonas e bairros próximos. Esse é o segundo complexo esportivo que será entregue, este ano, pela Prefeitura. A primeira obra foi a quadra poliesportiva professor Raimundo Conceição Silva, no Bairro da Caema.


O nome do Complexo homenageia um dos maiores jornalistas de Imperatriz, membro da Academia Imperatrizense de Letras, que além de professor e advogado, também foi comentarista de futebol, quando de sua passagem pelo Sistema Mirante de Comunicação.

O projeto de Lei Ordinária de número 15/2018, de autoria do vereador Paulo Roberto Cardoso da Silva (Paulinho Lobão-PDT), indicou o nome de Jurivê para eternizar sua trajetória em um local destinado à qualidade de vida e teve aprovação unânime pela Câmara de Vereadores de Imperatriz.

Biografia do homenageado

Raimundo Jurivê Pereira de Macedo, de Porto Nacional, TO, chegou em Imperatriz no começo dos anos 1960, com advogado e professor. Dirigiu o primeiro colégio secundário de Imperatriz, o Ginásio Bernardo Sayão, e foi fundador (junto com José Matos Vieira) do primeiro jornal da cidade, O PROGRESSO, em 1o de maio de 1970).


Desportista, atuava como árbitro de futebol nos primórdios do Estádio Frei Epifânio, por ocasião dos clássicos entre os times da época: Imperatriz, Renner, GBS, Botafogo do Brás, Vera Cruz, Ipiranda, União e Cruzeiro do Diomar.
Faleceu no dia 17 de maio de 2010, um dia depois de completar 80 anos e deixou em Imperatriz a viúva Leonor Macedo (falecida seis anos depois) e os filhos Sandra, Sérgio, Sívio, Sonia, Soraia, José Macedo, Jurivê Filho, Sue-ane, Marco Aurélio, Vanusa, Rogério e Leandro.