Escolher Menu

CONCURSOS

POLICIAL

GERAL

POLÍTICA

TRÂNSITO

FEMININA

ESPORTE

CULTURA

Um apostador de São Luís (MA) acertou os 20 números da Lotomania de Páscoa e receberá o prêmio de R$ 37.261.929,79, do concurso 1.444. O sorteio ocorreu na noite deste sábado (19) em Gramado (RS).
Uma aposta de Americana (SP) fez zero acerto e vai ganhar R$ 1.025.818,50.
Oitenta e seis pessoas acertaram 19 dezenas e levaram R$ 23.856,24. Os 1.264 apostadores que tiveram 18 acertos receberão R$ 1.623,13. Outros 10.509 apostadores acertaram 17 números e ganharam R$ 122,01 e 60.179, que acertaram 16 dezenas, receberão R$ 21,30.
Confira os 20 números sorteados: 12 – 89 – 85 – 81 – 87 – 91 – 41 – 98 – 83 – 23 – 99 – 46 – 62 – 05 – 03 – 24 – 16 – 27 – 35 – 33.
Os partidos políticos que estão compondo a coligação em torno da candidatura de Flávio Dino (PCdoB) ao governo e Roberto Rocha (PSB) ao senado marcaram para a próxima semana uma nova rodada de reuniões e continuarão o debate sobre chapas proporcionais, suplências ao senado e vice governador.
Pela primeira vez o PSDB deverá comparecer, já que na terça feira, 15, oficializou a proposta de integrar o bloco, inclusive solicitando presença na chapa majoritária. Além dos tucanos, participam PCdoB, PSB, PDT, PP, PROS, Solidariedade, PTC.
Um dos pontos principais a serem definidos pelo bloco oposicionista é a vaga de vice governador na chapa. O primeiro partido a se manifestar sobre o tema foi o PDT, que indicou aos demais partidos o nome do empresário Márcio Honaiser. O Solidariedade sugeriu o nome do ex-deputado federal Wagner Lago; e o PSDB ainda não oficializou nome, mas é dado como certa a indicação às demais forças do nome do deputado federal e presidente estadual da legenda, Carlos Brandão.
O presidente do PCdoB no Maranhão, Márcio Jerry, avalia que as discussões caminharão naturalmente para o entendimento. “Os partidos tem um compromisso muito forte que é criar as condições para que o sentimento de mudança que está tão vivo na sociedade possa ser vitorioso em outubro, por isso haverá da parte de todos muito boa vontade para construir uma grande convergência”, disse.
O dirigente comunista antecipou que as divergências no interior da frente oposicionista serão tratadas de forma democrática e transparente para garantir a unidade. A nossa unidade será fortalecida e consolidada com paciência, diálogo e consenso progressivo”, declarou.
A definição da data e local da reunião ainda está sendo acertada entre os partidos, mas segundo o presidente do PCdoB ocorrerá no máximo até a próxima quinta-feira.
O senador Lobão Filho (PMDB) diz esperar lideranças de todo estado para apoiar o lançamento da sua pré-candidatura na próxima quarta-feira (23). O peemedebista está otimista com o público que irá prestigiar o evento e classificou como “ato cívico” o lançamento. “Eu estou otimista, iremos fazer um verdadeiro ato cívico para lançarmos a nossa candidatura. Esperamos companheiros de todo o estado”, afirmou o senador.
Lobão Filho declarou também que essa será uma forma de mostrar aos maranhenses uma nova proposta para a campanha em 2014. Ele disse também que essas pessoas a partir de agora irão conhecer uma política diferente da praticada por seus adversários. O senador declarou que lamenta muito a “política rasteira” que vem sido praticada pelos opositores ao grupo governista.
O peemedebista disse que o lançamento reunirá o maior número de representantes de todos os municípios do Maranhão, entre prefeitos, vereadores, lideranças e correligionários. “Estamos com a expectativa de reunir prefeitos, vereadores, lideranças, nossos correligionários, na intenção de representar toda essa força, agregando sempre”, disse.
Vaga no Senado
Sobre o possível lançamento concomitante da pré-candidatura do grupo governista ao Senado, Lobão Filho adiantou que não haverá nenhum anúncio oficial na próxima quarta-feira. Ele informou que essa discussão será iniciada após o lançamento da sua pré-candidatura. O senador disse ainda que o grupo hoje trabalha com dois nomes fortes para a indicação, o do ex-ministro do Turismo, Gastão Vieira e do presidente da Assembleia, Arnaldo Melo, ambos do PMDB.

O senador garantiu que os partidos entendem que a discussão sobre a indicação para concorrer ao Senado irá girar em torno desses dois possíveis pré-candidatos. “Hoje nós temos dois pré-candidatos ao senado. O ex-ministro Gastão Vieira, que possui toda a sua base formada e por isso tem condições reais na disputa e também o presidente da Assembleia que, por ter o apoio de quase todos os deputados estaduais, tem apoio também em quase todo o Maranhão, porque os deputados irão fazer essa ligação com os prefeitos”, declarou.
Sobre a reação do PTB em querer disputar a indicação, Lobão Filho afirmou que esse sentimento está sendo deixado de lado. “O PTB está recuando nessa discussão porque creio que agora o partido está mais preocupado em disputar e garantir o seu espaço na Câmara dos Deputados”, revelou o senador.
Após 10 dias sem acontecer um homicídio em Imperatriz, foi registrado no domingo de pascoa o sexto homicídio do mês de abril, a vitima foi Hemis Sergio Silva Barbosa, 39 anos, assassinado com 17 perfurações por arma branca na Avenida da Liberdade, em cima da ponte sobre o Riacho Bacuri, Bairro João Castelo.
O assassinado aconteceu por volta das 2 horas da madrugada de domingo de pascoa, populares chegaram a ligaram para Samu avisando que uma pessoa tinha sido esfaqueada em cima da Ponte, ao chegar no local constatou que a vitima já tinha vindo ao óbito, lado do corpo uma moto pop vermelha, o perito do Icrim esteve no local e constatou 16 perfurações nas costa e uma no pescoço. depois mais informações sobre a vitima.






FOTOS: Denis Tok Bolsa e Reginaldo Manin



A pesquisa Ibope divulgada ontem apontou queda de 3 pontos para Dilma (tinha 40% e caiu para 37%). Mesmo assim, esse número, se for o resultado das urnas, signfica vitória com folga no primeiro turno, já que todos os demais candidatos somam 25%. 

Tem coisas esquisitas na pesquisa que levanta suspeitas, mas não é bom negligenciar, até porque a presidenta foi alvo de intensa propaganda negativa disfarçada de noticiário. Logo, não é surpresa ter caído alguns pontos.


Porém a pesquisa veio muito pior para a oposição. Os adversários de Dilma estão empacados há meses. Nem quando ela cai, os outros sobem. Não serve de desculpa dizerem que são "desconhecidos", porque seus nomes estão em pré-campanha no noticiário há mais de um ano. Se não sobem é porque não conseguem ser atrativos. A desculpa servia para não liderar as pesquisas, mas não serve para justificar não subir. A verdade é dura: Aécio Neves e Eduardo Campos são ruim de povo.

A preocupação da campanha de Dilma tem que ser com a estratégia oposicionista de "sangramento", ou seja, desconstruir sua imagem via imprensa demotucana, para que o eleitor primeiro fique "sem candidato" e depois tentar emplacar um oposicionista no vazio deixado. As chances de dar certo para a oposição são menores do que de dar errado. Dilma tem demonstrado resistência, mantendo o favoritismo, mas não é bom brincar. Algum resultado a estratégia de "sangramento" está dando, com queda na popularidade sem que haja motivos reais para isso.

Mas se Dilma perdeu o céu de brigadeiro que tinha e voa com nuvens carregadas, a oposição enfrenta uma tempestade das bravas, ao não conseguir se firmar como expectativa de poder.

Eduardo Campos (PSB) aparece com decepcionantes 6%, mesmo após exposição na TV com a propaganda partidária e apoio de Marina Silva. A própria Marina, quando substitui Campos, caiu para 9% no Ibope (uma inexplicável diferença em relação ao Datafolha). Dá a impressão da candidatura Campos estar queimando os últimos cartuchos, ficando sem munição, e sem conquistar nada de novo.

Aécio Neves também continua empacado com 14%, mesmo com ampla exposição na TV, via propaganda partidária e no noticiário.

O quadro é da candidatura Dilma parecer um grande rio na época da seca, menos caudaloso do que era antes. Mas o mesmo clima adverso que atingiu Dilma faz secar mais ainda os rios da oposição.

A oposição alega que após a Copa, com a campanha nas ruas e na TV, vai crescer. Mas isso vale também para Dilma. É como a temporada de chuvas que enche tanto os rios menores como os maiores.

Pesquisas nesta fase tem a função de animar ou desanimar aliados e financiadores de campanha. Mesmo perdendo 3 pontos, a expectativa de vitória continua com Dilma e cada vez mais distante da oposição. Isso afasta a tentação de candidatos regionais e partidos aliados da presidenta debandarem para o oposição, e desanima financiadores de campanha a apostarem em candidatos oposicionistas que mais parecem "cavalos paraguaios", ou seja, não parecem ter gas para vencer. Com isso Dilma deve preservar uma ampla vantagem no horário eleitoral de TV durante a campanha.

A eleição não está decidida. Tem muito jogo para ser jogado até outubro. Mas, mesmo perdendo três pontos neste mau momento, o que é ruim para Dilma, pior está para a oposição.

Por ora, a maior preocupação é com a oposição no noticiário. O maior adversário no momento continua sendo o PIG (Partido da Imprensa Golpista) que está conseguindo produzir pequenas baixas seguidas em sua popularidade.

FONTE; BLOG OS AMIGOS DO PRESIDENTE LULA.
A governadora Roseana Sarney assinou, ontem, a Medida Provisória nº 173/2014, que garante benefícios aos integrantes da Polícia Militar do Maranhão (PMMA). Entre as determinações, o documento acelera as promoções, cria novos cargos de coronel e diminui o tempo de interstício (prazo para ascensão de posto).
“Essa é mais uma medida de valorização da tropa, já beneficiada recentemente com o reajuste das gratificações pelo exercício de função e pela garantia de poder levar para a reserva a remuneração da última patente, mesmo que não tenha ficado cinco anos no último posto. Também foram garantidas melhorias nas condições de trabalho, com a nomeação dos 1.800 policiais que foram aprovados em concurso e estão reforçando o efetivo da corporação”, ressaltou a governadora Roseana.
Em contato com a reportagem do Jornal Pequeno, o secretário de Estado da Segurança Pública, Ricardo Murad, autor de idéia, falou sobre “renovação histórica nos quadros da Polícia Militar, para que o combate à violência e à criminalidade seja mais efetivo em todas as regiões do Estado.
Segundo ele, a governadora Roseana Sarney baixou a Medida Provisória nº 173, com data de 16 de abril de 2014, que provoca alterações no sistema de segurança pública do Estado e muda as regras de promoção de oficiais da Polícia Militar (PMMA).
De acordo com informações de Ricardo Murad, a Medida Provisória altera dispositivos da Lei nº 3.743/1978 e da Lei nº 6.513/1995 e muda prazos para que oficiais da PMMA sejam levados à reserva remunerada. Em seu Artigo 3º, a Medida Provisória diz que aos atuais ocupantes do posto de coronel QOPM fica assegurado, para fins de transferência compulsória à reserva remunerada, o interstício de oito anos no referido posto.
“Esta Medida Provisória já está publicada e já está valendo, com data de 16 de abril de 2014. E o mais importante é que, com as regras estabelecidas nesta nova legislação, vai haver um processo de renovação na Polícia Militar como nunca houve antes. Quem entrar na corporação entra sabendo que vai ter a chance de galgar até os últimos postos, os postos de comando”, salientou Ricardo Murad.
Ele informou que a Medida Provisória nº 173 cria, no quadro de oficiais da PMMA, quatro cargos de coronel QOPM, com as seguintes funções: o Comando de Policiamento de Área Metropolitana 2 (CPAM-2), responsável pela preservação da ordem pública nos municípios de São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar; o Comando de Policiamento de Área Metropolitana 3 (CPAM-3), com abrangência nos bairros da área Itaqui-Bacanga e Distrito Industrial da Capital; o Comando de Segurança Comunitária (CSC) e a Diretoria de Inteligência e Assuntos Estratégicos.
Com a Medida Provisória, o chamado ‘Serviço Velado’ da Polícia Militar passa a existir de forma oficial e transparente, sob a denominação de Diretoria de Inteligência e Assuntos Estratégicos, órgão subordinado diretamente ao Comando-Geral, responsável pela inteligência e contra-inteligência, visando à obtenção e análise de dados e informações e de produção e difusão de conhecimentos, relativos a fatos e situações de imediata ou potencial influência sobre processo decisório e a segurança da sociedade e do Estado, bem como prevenir, detectar, obstruir e neutralizar a inteligência adversa e ações de qualquer natureza que constituam ameaça à salvaguarda de dados, informações e conhecimentos, objetivando antecipar cenários no âmbito da Segurança Pública, fornecendo embasamento em nível estratégico às tomadas de decisões do Comandante-Geral da Corporação.
“Em vez de apenas um, vamos ter três CPMs atuando na Grande São Luís, trabalhando 24 horas por dia no combate e prevenção à criminalidade. E teremos, também, o Comando de Segurança Comunitária, que vai proporcionar, efetivamente, a interação da Polícia Militar com toda a população”, declarou Ricardo Murad, salientando o trabalho do comandante geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Aldimar Zanoni Porto. “Estou em sintonia absoluta com o comandante Zanoni. Conto com o total apoio dele e ele conta com meu apoio incondicional”, ressaltou.

Até o final de abril, deverão abrir mais três vagas de coronel na PMMA. E até o mês de agosto oito novas vagas de coronel: “Será uma renovação histórica nos quadros da Polícia Militar do Maranhão”, assinalou Ricardo Murad.
A reportagem do Jornal Pequeno obteve a informação de que deverão ser promovidos o coronel Pereira, o tenente-coronel Alves (atual comandante do CPM), o tenente-coronel Luongo (comandante da USC da Vila Luizão) e o tenente-coronel Sá (comandante do Batalhão de Choque).