Escolher Menu

CONCURSOS

POLICIAL

GERAL

POLÍTICA

TRÂNSITO

FEMININA

ESPORTE

CULTURA

Mototaxistas de Imperatriz têm até 30 de abril para renovar o alvará. O documento que faz parte das exigências da Legislação de Trânsito é expedido pela Secretaria Municipal de Transito e Transporte (Setran). Sobre os critérios para renovação, o secretário José Ribamar, adverte que este ano o alvará será renovado somente mediante apresentação do certificado da formação oferecida para qualificar os profissionais e assim garantir maior segurança no trânsito. 
A renovação do alvará visa regulamentar a atuação dos profissionais na cidade, sobretudo proporcionar melhor qualidade e segurança nos serviços prestados para os usuários do transporte. Atualmente Imperatriz possui 654 mototaxistas cadastrados. Entretanto, de acordo com José Ribamar, cada mototaxista cadastrado tem direito a um substituto. Em função disso, a cidade tem cerca de 1200 mototaxi trabalhando.
Formação: O curso que será realizado no Sest Senart no período de 22 a 26 de abril faz parte da parceria entre Setran e Departamento de Trânsito (Detran).  O secretário assevera que a formação será critério para renovação do alvará “a renovação está condicionada ao certificado da formação. O profissional que não participar do curso, não terá o documento renovado”.  Ressalta também que as penalidades aos condutores irregulares resultam em advertência verbal, multas, retenção da carteira de habilitação, bem como a apreensão do veículo.
Para renovar o alvará são necessários os seguintes documentos: CPF, RG, comprovante de residência, Carteira de Habilitação, Certidão de Distribuição, Certidão Civil e Criminal da Justiça Federal, Certidão Negativa do Cartório de Distribuição da Comarca de Imperatriz, Nada Consta da CNH e do veículo, Atestado de Bons Antecedentes, duas fotos 3x4, cópia do alvará vencido comprovante de pagamento IPVA 2014, certificação de qualificação para mototaxista, inspeção dos equipamentos obrigatórios de segurança do veículo.
Após o prazo estabelecido para o pagamento do imposto, José Ribamar enfatiza que a Setran vai tomar as medidas para garantir que os profissionais atuem de forma regular. “Vamos intensificar o processo de fiscalização. Temos blitz em vários pontos da cidade para combater o transporte irregular. Durante as abordagens será averiguado se o condutor está devidamente habilitado, regulamentado para exercer a profissão e equipado com itens de segurança obrigatórios, como por exemplo, o capacete e colete com a numeração do veículo”.
Deputado destaca a entrega de dois mil títulos definitivos de propriedades em Imperatriz

Imperatriz – O deputado Dr. Pádua (PRB) destacou ontem, durante entrevista à reportagem, a iniciativa do prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, e do secretário Daniel Souza (Serf) que procedeu cerimônia de entrega de dois mil títulos definitivos de propriedades realizada na manhã dessa quinta-feira (24) no templo da Assembleia de Deus, no Centro.

Ele considera histórico e de fundamental importância o processo de regularização fundiária de milhares de imóveis situados em bairros e povoados do município de Imperatriz. “É um sonho da comunidade carente que se arrasta durante décadas, pois quem reside em imóvel ou dispõe de um terreno sem a documentação legal sabe do valor e da segurança jurídica que representa o título definitivo de propriedade”, avalia.
O parlamentar, que parabenizou a iniciativa do prefeito Madeira, observa que “não somente se faz justiça, como incentiva os beneficiados a conseguir linhas de financiamentos para reforma, ampliação e construção de novos imóveis no município de Imperatriz”.
Dr. Pádua assinala que o processo de regularização fundiária tem beneficiado não apenas famílias, como também alguns órgãos públicos que necessitam de documentação legal para liberação de recursos para construção, reforma ou ampliação de unidades de saúde como é o caso do Hospital Regional Materno Infantil (HRMI) e a construção de quadra na área do grande Vitória.
“Nós não temos dúvidas que o prefeito Madeira conseguirá entregar mais de 7 mil títulos de propriedades de imóveis, até o final do seu governo, às famílias carentes que residem nos bairros e povoados do município de Imperatriz”, conclui. [Da Assessoria]
Mais dois assaltantes são presos pela Policia Militar após fazerem dois assaltos e ainda efetuar dois disparos contra uma das vitimas, a prisão aconteceu depois de uma perseguição na Avenida Imperatriz com Avenida JK, os assaltantes estavam em uma moto Fan preta, ao verem a viatura da Policia Militar os dois fugiram pela Avenida JK em direção a BR 010, mais logo foram presos pelos PMs.
Na fuga os elementos caíram da moto, eles ainda jogaram o revolver calibre 38 mais os policias viram e recuperam a arma, os dois assaltantes residem em bairros diferentes, Izais Gomes da Silva, 19 anos, mora na Rua Sergipe, Bairro Santa Rita, Macos Antonio Lobo Galvão, 19 anos, residem no Jardim São Luis, o primeiro assalto foi na Rua Coriolano Milhomem, Bairro Bacuri.

Os segundo assalto aconteceu na encontro das Rua Floriano Peixoto com Avenida Ceará, a vitima estava saindo do veiculo quando foi abardado pelos dois assaltantes, Izais Gomes que estava na garupa da moto efetuou os dois disparos contra a vitima, mais felizmente não foi atingido, Izais Gomes já tinha duas passagens por assalto.
Com os elementos foram encontrados sete celulares, um relógio, três celulares e o relógio pertencia as vitimas, alem de uma porção de maconha, a policia acredita que os outros celulares pertencem a outras vitimas, Izais foi autuado em flagrante por tentativa de latrocínio,e Marco por assalto.

O deputado Antônio Pereira (DEM) ocupou a tribuna da Assembléia Legislativa nesta quinta-feira (24), para defender a prefeita de Bom Jardim, Lidiane Rocha, que acaba de retornar ao comando do município, por força de liminar expedida pelo Juiz José Raul Goulart Junior, suspendendo a decisão da Câmara Municipal que havia determinado seu afastamento da Prefeitura.


A reação do democrata foi motivada porque momentos antes o deputado Manoel Ribeiro (PTB) usou a tribuna da Assembléia Legislativa, para atacar a atual administração municipal de Bom Jardim, o secretário de Assuntos Políticos, Beto Rocha, e criticar a decisão do juiz, José Raul Goulart Junior, por determinando a volta da prefeita Lidiane Rocha ao comando da Prefeitura.


Antônio Pereira deixou claro que compreende a posição política dos vereadores de Bom Jardim, mas tem o dever de defender a administração da prefeita Lidiane Rocha, que durante sua gestão já conseguiu, com seu apoio e de Hildo Rocha, importantes obras de asfaltamento de ruas, de abastecimento d’água e a conclusão da estação rodoviária que estava parada há cinco anos.


De acordo com Antônio Pereira, a prefeita Lidiane Rocha enfrenta dificuldades para executar os benefícios que o povo precisa porque depois de perder a eleição, o ex-prefeito Roque Portela, no apagar da luzes de sua gestão, aumentou salários de forma exorbitante e efetivou cerca de 900 funcionários,
aprovados e excedentes no concurso público da Prefeitura Municipal.


Para Antônio Pereira, foi um ato de extrema irresponsabilidade, porque Bom Jardim tem apenas 40 mil habitantes e o ex-prefeito Roque Portela não pagou absolutamente nenhum mês de salário aos servidores públicos, inviabilizando novos investimentos, pois as despesas da Prefeitura ultrapassaram os limites estabelecidos por meio da Lei de Responsabilidade Fiscal (54%).


“Sei que tem muita gente interessada na administração de Bom Jardim. Peço a essas pessoas que registrem as candidaturas, disputem o poder nas urnas e se coloquem à disposição da população, que precisa da ajuda para melhorar a qualidade de vida. Fiquei surpreso ao ouvir o deputado Manoel Ribeiro dizer que a decisão do juiz José Raul Goulart Junior será mudada”, disse.


O democrata revelou que a ex-deputada e vice-prefeita Malrinete Gralhada está manipulando os ilustres vereadores para assumir o comando da Prefeitura de Bom Jardim. “A família de Malrinete Gralhada já comandou Bom Jardim por muitos anos. Ficou provado que não correspondeu aos anseios do povo. A resposta foi dada nas urnas com a eleição de Lidiane”, concluiu.


A DECISÃO DO JUIZ

Em seu despacho publicado hoje no Diário TJ/MA, o juiz José Raul Goulart Junior sentenciou: “Em análise perfunctória, tem-se que a suspensão da impetrante [Lidiane Rocha] de suas atribuições administrativas, sem o estabelecimento do contraditório e sem a oportunidade do exercício da defesa ampla, apresenta-se, em princípio, como ato anômalo e arbitrário do órgão processante”.
IMPERATRIZ – Em sessão na Câmara de Vereadores na manhã de hoje (24), um grupo de trabalhadores da limpeza urbana, reclamou sobre o atraso de três meses no pagamento dos salários.
Segundo a reclamação, ao todo são 288 funcionários que estão sem receber salários por causa da demora na liberação do dinheiro, que está em trâmite judicial.
O representante da categoria Francisco das Chagas, informou que ainda nenhuma data foi indica para que os servidores possam receber os salários, e questionou o dinheiro retido
“O juiz fala que são 288 processos diferentes, com datas diferentes, e que precisam de mais tempo para analisar. O dinheiro está na conta, então por que não liberam pelo menos um pouco?” pergunta
O vereador Rildo Amaral, usou a plenária para solicitar do poder público municipal uma ação de bloqueio do pagamento da empresa que presta serviço ao município, até que o problema dos servidores seja resolvido
“Solicitei a suspenção do pagamento desta empresa, que há 11 meses presta serviço e não faz o depósito do FGTS que é obrigatório. Solicitei, ainda, que um ofício fosse encaminhado ao Ministério Público para que fiscalizasse o que está acontecendo”, finalizou.
Jefferson Sousa / Imirante Imperatriz.
Tem aumentado os assaltos praticados por menores este ano em Imperatriz, os Policias Militares Cab. Patrick, Soldado Clésio e Delaildo, fizeram a apreensão de um menor de 16 anos na manhã desta quinta feira na Rua Santo Cristo, entre Ceará e Rio Grande do Norte, Bairro Nova Imperatriz, o adolescente estava portando um pistola 635( Bereta) após o mesmo ter assaltado um mulher na imediações.

 O menor A. N, 16 anos, foi apresentado na Delegacia do Adolescente Infrator, mais três vitimas compareceram a Delegacia onde fizeram o reconhecimento do acusado,