Escolher Menu

CONCURSOS

Últimas Notícias

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO



O delegado da Delegacia de Roubos e Furtos, Dr. Vital, solicitou a Prisão Preventiva da Advogada Ana Maria, a solicitação foi feita após ter sido comprovado através de vídeo, que ela estava em companhia do esposo Eduardo Costa e mais dois elementos, quando a apreensão de duas caminhonetes em cima da Balsa, ocorrida no incio do mês de julho, uma Hilux tinha sido roubada no estado do Pará e outra em Caxias, Maranhão.


No vídeo ficou comprovado que a advogada saiu correndo quando no momentos que as policias chegaram para prender o trio, Rafael Sousa, Jean Carlos e Eduardo Costa, este último, é esposo da advogada, os policiais encontraram dentro da Hilux preta de propriedade do casal Eduardo Costa e Ana Maria, a carteira de habilitação da advogada, Rafael, Jean e Eduardo foram autuados em flagrante por receptação de veículos roubados, o Delegado responsável pelas investigações foi Dr. Vital Rodrigues de Carvalho, Titular da Delegacia de Roubos e Furtos. 




O assaltante Melkson  Vieira dos Reis, 20 anos, sofreu uma acidente no cruzamento da Avenida Santa Tereza com Rua Coronel Manoel Bandeira, ele estava fugindo de uma perseguição policial após ter roubado uma moto bis preta, placa NNC- 4004, ele em compahia de outro elementos tinha roubado a moto por volta das 21 hrs, na Rua Rio Grande do Norte, Bairro Bacuri.



Duas viaturas sairão em perseguição ao assaltante, pelos bairros Bacuri, Centro, Juçara, Nova Imperatriz e Centro, no acidente com um Corola prata, o assaltante foi jogado cerca dois metros de  altura e três de distância, por pouco não bateu na parede da residência, com ele foi encontrado também o celular da vítima.


Os policiais que estiveram na perseguição ao assaltante foram, Dilson, cabo Aguiar, soldados Alexandre e Francisco, cabo L. Carneiro e soldado Miguel, à frente da moto bis ficou parcialmente destruída, Melkson não sofreu nenhuma fratura, teve apenas raladura no pé e joelho, o acusado foi apresentado no Plantão Central onde foram feitos os procedimentos legais pela Delegada Cristiane.  





Incêndio pode ter sido provado por manuseio incorreto de botijão de gás
            Um incêndio ocorrido na manhã dessa quarta-feira (27) na Praia do Meio, causado pelo manuseio incorreto de um botijão de GLP (gás de cozinha) acabou destruindo duas barracas instaladas para o período de veraneio-2016.

            O superintendente municipal da Defesa Civil, Francisco das Chagas Silva, informou que o incêndio pode ter sido causado por alguma falha no registro ou mangueira durante a troca do botijão.
            “A mangueira deveria estar vencida e imaginamos que a causa principal tenha sido isso, pois a pressão acabou estourando e provocando o incêndio”, avalia ele, ao frisar que o fogo acabou atingindo um outro botijão de uma barraca vizinha na Praia do Meio.
            Chico do Planalto ressalta que técnicos do órgão por diversas vezes prestaram orientações aos barraqueiros sobre o manuseio correto e os procedimentos de segurança em relação a botijão de cozinha. “Essas pessoas não entendem o trabalho desenvolvido pela Defesa Civil e acabam sendo [muito] agressivas com os agentes”, disse.

            Segundo o superintendente, alguns barraqueiros ignoram as regras e orientações repassadas pela Defesa Civil e citou, por exemplo, o caso de um barraqueiro que ligou uma extensão de aproximadamente 50 metros (energizada) passando por dentro da água para ligar um som no meio das mesas e cadeiras colocadas na beira do rio Tocantins.
            “O agente solicitou que fosse retirada a extensão e alertou para os riscos de um grave acidente com energia elétrica; o barraqueiro não aceitou a recomendação e tivemos que se deslocar da Praia do Cacau na tentativa de solucionar o impasse ocorrido na Praia do Meio”, comentou.

            Chico do Planalto ilustra ainda outra ocorrência verificada na Praia do Cacau quando um barqueiro resolveu, em meio a uma multidão que estava banhando na orla do rio, atracar o barco lotado de mercadorias. “Essa é uma área restrita apenas para banhistas, visando garantir a segurança das pessoas, mas esse barqueiro resolveu infringir as regras e ‘invadir’ a área demarcada para colocar o barco”, lamenta.
            Ele pondera que antes do início da abertura do veraneio, os agentes da Defesa Civil passaram em todas as barracas vistoriando e recomendando os cuidados necessários em relação à rede elétrica e botijão de gás.
Gil Carvalho


Um assaltante foi morto e outro preso após fazerem vários assaltos na área central de Imperatriz, a dupla em uma moto Bros preta tinha feito um assalto na Getúlio Vargas, em seguida foram assaltar varias pessoas que estavam no Bar Caranguejo da Flor, localizado na esquina da rua Pará com Aquilis Lisboa, uma pessoa que passava armado na arma fez alguns disparos, tendo um assaltante revidado, o assaltante que pilotava a moto, Luis Carlos Lima Araujo, foi alvejado com vários tiros, tendo morrido em cima da moto. 
Luis Carlos, morto no assalto 

O segundo assaltante Izaque Vieira Martins, conseguiu fugir sentido Socorrão, na fuga ele jogou a   arma embaixo de um veiculo, sendo seguros por populares em frente ao Socorrão, Izaque foi apresentado no Plantão Central, ele é morador da Rua 14, Bairro São José, já o assaltante morto é morador da Rua Maranhão com Treze de Maio, Bairro Nova Imperatriz.  
Izaque, foi preso por populares 
   
     





Após a homenagem da Associação Brasileira de Liderança, no Círculo Militar de São Paulo, dia 19, o jornalista maranhense Edmilson Sanchesrecebeu na capital paulista, dia 23, o troféu "Personalidade 2016", da Editora Delicatta. A solenidade foi realizada no salão de eventos do Lar Druso-Brasileiro. Professores, advogados, engenheiros e outros profissionais escritores de pelo menos 10 estados brasileiros foram premiados com troféu e diploma e ainda tiveram seus livros mostrados em desfile pelo amplo salão.




Nos dois pronunciamentos que fez, na abertura do evento e nos agradecimentos, Edmilson Sanches reforçou a importância do Maranhão na Cultura e História do país e a importância humanística e econômica do segmento da Cultura na vida de São Paulo (SP), que, segundo Sanches, tem sua economia de R$ 570 bilhões formada majoritariamente pelo "cluster" ou cadeia dos produtos e serviços culturais, a chamada "economia criativa". "Não são montadoras de veículos. Não são usinas siderúrgicas. Mas, sim, a Cultura, o que forma e sustenta a maior cidade do país, de 12 milhões de habitantes e 1.500 quilômetros quadrados".




Edmilson Sanches ainda lembrou os esforços investidos na fundação e no apoio à criação e continuidade de entidades e eventos culturais no Maranhão e em outros estados. Na apresentação do jornalista maranhense, Luiza Moreira, proprietária e diretora da Editora Delicatta, disse: "Edmilson Sanches é Presidente de Honra do Conselho Municipal de Educação de Imperatriz. Membro do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão, do IHG de Caxias e das Academias de Letras de Caxias, Imperatriz, Açailândia e Santa Inês (Maranhão). Autor de cerca de 50 livros nas áreas de Administração, Comunicação, Desenvolvimento, História e Literatura."
___


Fotos: O cartaz digital da Editora apresentando Edmilson Sanches; o troféu (com iluminação); Sanches em pronunciamento na abertura da solenidade; com o cantor, compositor e músico maranhense Lourival Tavares, que reside há mais de 30 anos em São Paulo e já morou em Imperatriz (MA); aspecto (detalhe) do salão de ventos e logomarca da Editora Delicatta.


Inauguradas pelo Governo do Estado há duas semanas, a Casa da Gestante, Bebê e Puérpera Dra. Eimar de Andrade Melo e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro São José já tem melhorado o acesso a saúde em Imperatriz. “É bem melhor que a casa antiga. Aqui os quartos são confortáveis, climatizados, tem vigia, ambiente de vivência e bons banheiros. Antes, nem ventilador a gente tinha”, lembra a mãe Edilene de Nazaré”, que está há 15 dias na Casa da Gestante acompanhando o filho que está hospitalizado.


A Casa da Gestante conta com 20 leitos, copa, administração, estacionamento, recepção, auditório e área de vivência. Antes, funcionava no local a sede regional da Secretaria de Estado da Educação, que foi toda reformada, custando cerca de R$ 700 mil. Agora, com o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, no espaço as gestantes, puérperas e recém-nascidos são acolhidos,orientados, acompanhados e hospedados em tempo integral.


De acordo com a administradora do Hospital Regional Materno Infantil (HRMI) e da Casa da Gestante Dra. Eimar de Andrade Melo, Tassiana Miranda, o atendimento começa no HRMI, onde é feita a classificação de risco. “As pacientes passam primeiro pelo acolhimento no HRMI e é feita a classificação de rico para ver a necessidade ou não do encaminhamento para a Casa. Desde que começou a funcionar, o espaço tem otimizado todo acolhimento das mães, bebes e puérperas da região, garantindo qualidade no atendimento”.


Já a UPA do bairro São José conta com 50 leitos e tem capacidade para atender, em média, 100 pacientes por dia. Parte dos equipamentos e mais R$ 400 mil referentes ao custeio da unidade estão sendo oferecidos pelo Governo do Estado. O investimento beneficia a aproximadamente 80 mil pessoas que moram na região, que antes tinham que se dirigir ao Centro de Imperatriz em busca de atendimento médico. “Antes tínhamos que percorrer uma distância grande em busca de socorro médico e as vezes nem conseguíamos por que nos outros postos tinha muita gente. Agora temos atendimento praticamente dentro de casa”, disse o paciente Renato Pereira.


Tanto a UPA quanto a Casa Dra. Eimar de Andrade Melo são obras realizadas em parceria entre as secretarias de Estado da Infraestrutura (Sinfra) e Saúde (SES) visam melhorar a qualidade de vida da população. “Entregamos a UPA do São José, a Casa da Gestante e brevemente vamos entregar o hospital macrorregional. É um conjunto de obras que garante um salto na qualidade do atendimento na saúde de Imperatriz e região”, destacou o secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto.


De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, os novos equipamentos de saúde ampliam o acesso da população à assistência, quer seja em uma região de grande movimentação, como a Upa São José, quer seja a um público vulnerável, como gestantes ou mães com filhos na UTI, abrigadas na Casa da Gestante. "As duas unidades entregues, dentro de cada perspectiva, possibilitam mais dignidade no atendimento ao público a que se destinam, apresentando não somente conforto e mais comodidade como disponibilizando serviços e profissionais de saúde para a assistência devida", finalizou Carlos Lula.