Escolher Menu

Últimas Notícias

CONCURSOS

POLÍTICA

POLICIAL

GERAL

TRÂNSITO

» » » SEMUS alerta população sobre o perigo de contrair Aids no carnaval


PINHEIROFOTO 07:10
Programa DST/AIDS leva campanha de conscientização do uso da camisinha às ruas de Imperatriz de 12 a 17 de fevereiro
Ana Flavia coordenadora do DST Aids de Imperatriz
Iniciando pelo Imperial Shopping, Estacionamento do supermercado Mix Matheus do Bacuri e do Setor Rodoviário, três equipes da SEMUS realizam a campanha de 2015. Com o tema “Eu me previno. Eu me testo. Eu me conheço”, a secretaria visa chamar a atenção da comunidade para a necessidade de atenção redobrada aos perigos das relações desprotegidas, com uma campanha focada na prevenção, combinando camisinha, testagem e tratamento.
“O maior entrave da nossa luta contra a doença, não é mais a falta de informação, as próprias pesquisas mostram. Todos já sabem a importância do uso da camisinha, porém um grande percentual continua sem fazer uso da mesma. É preciso que as pessoas acompanhem mais de perto os males que causa a doença para sentir a real necessidade de se proteger”, ressalta a coordenadora do DST Aids de Imperatriz, Ana Flávia.
Pensando nisso, o foco da campanha este ano segundo a coordenadora é mostrar ao cidadão que mais importante do que ter a informação é fazer uso dela. Para tanto, as equipes estarão nas ruas distribuindo preservativos, folders, porta camisinha e conversando com os populares sobre as conseqüências da doença e sobre a necessidade de realização do teste que diagnostica a doença.
Estas orientações bem como a distribuição dos materiais, acontecerão dia 12 no Imperial Shopping, no estacionamento do Mix Matheus do Bacuri e do Setor Rodoviário. E a partir do dia 13 as equipes estarão junto aos foliões, com ponto fixo na Praça da Cultura e acompanhando os brincantes no corredor da folia. Quanto à testagem é realizada diariamente na sede do Programa no Complexo de Saúde.
Vale ressaltar que em Pesquisa de Conhecimentos, Atitudes e Práticas na População Brasileira (PCAP), apresentada na última quarta-feira 28 de janeiro, em Brasília pelo Ministério da Saúde, durante o lançamento da campanha de prevenção às DST e Aids para o Carnaval 2015 revelou-se que o nível de conhecimento da importância do uso do preservativo na população continua alto e que uso de camisinhas no sexo casual também vem se mantendo estável entre 2004 e 2013.
No entanto, o que não tem mudado muito é o comportamento das relações, com aumento do número de parceiros, reforçando mais ainda a importância do alerta ao sexo seguro, principalmente aos jovens, que nesses períodos festivos extrapolam.
A maioria dos brasileiros (94%) sabe que a camisinha é melhor forma de prevenção às DST e aids. Mesmo assim, 45% da população sexualmente ativa do país não usou preservativo nas relações sexuais casuais nos últimos 12 meses. Realizada em 2013, a pesquisa entrevistou 12 mil pessoas na faixa etária de 15 a 64 anos, por amostra representativa da população brasileira.

CENÁRIO DA AIDS – Desde os anos 80, foram notificados 757 mil casos de aids no Brasil. A epidemia no país está estabilizada, com taxa de detecção em torno de 20,4 casos, a cada 100 mil habitantes. Isso representa cerca de 39 mil casos de aids novos ao ano. O coeficiente de mortalidade por aids caiu 13% nos últimos 10 anos, passando de 6,4 casos de mortes por 100 mil habitantes em 2003, para 5,7 casos em 2013. [Maria Almeida – ASCOM]

Nenhum comentário

Leave a Reply