..

..

Joice Marinho, Prefeita de Amarante, participou de reunião com Franklimberg de Freitas, Presidente da FUNAI




A prefeita Joice Marinho acompanhada do esposo e ex-prefeito de Amamarante, Dr. Miguel Marconi, do deputado Weverton Rocha e do Dr. Jânio Duailibe Filho, foi recebida pelo presidente da FUNAI, Franklimberg de Freitas, na manhã desta quarta-feira, (12/07).

A reunião foi solicitada pelo deputado federal Weverton Rocha. O assunto em pauta foi a demarcação de terras indígenas em Amarante.

A pretensão da Fundação Nacional do Índio FUNAI seria de ampliar, em mais de 200% – por meio da Portaria 1437, datada de 08 de outubro de 2010 – a Reserva Indígena Governador, dos atuais 41.643ha para 204.729ha. Hoje as reservas indígenas ocupam mais de 45% do município de Amarante. Com a desastrosa ampliação pretendida pela Funai, esta ocupação subiria de 140 para 204 mil hectares(75%).
Isso segunda a prefeita Joice, atinge cerca de 20 mil pessoas de três mil famílias, 1.500 propriedades rurais, 11 assentamentos (seis do Incra e 5 do Banco da Terra) e mais de 75 povoados localidades da região da mata e do sertão de Amarante. Mas existem apenas 577 índios ocupando a área.

Dados fornecidos pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) revelam que hoje o rebanho bovino do município de Amarante é de 200 mil cabeças, e na reserva pretendida pela FUNAI, são criadas 127.066 cabeças de gado. O município de Amarante já possui 54% de sua extensão, o equivalente a 408.000ha, ocupadas pelas reservas indígenas Araribóia (338.000ha), Governador (41.6432ha) e Reserva Krikati (28.947ha).

O presidente da FUNAI, Franklimberg de Freitas, se comprometeu a considerar as informações dadas pela comitiva amarantina e disse que vai avaliar a situação.

A FUNAI deverá se posicionar sobre o processo em uma nova reunião prevista para acontecer ainda esse ano, mas sem data definida pelo órgão.

“Caso essa demarcação acontecesse extinguiria o nosso município. Não mediremos esforços para lutarmos contra essa injustiça”. Afirmou Joice Marinho.

“Acredito que conseguimos colocar luz sobre uma proposta de ampliação que inviabiliza o município e a vida de mais de 26 mil pessoas que vivem nessa área hoje”. Disse Weverton Rocha.

O deputado Antônio Pereira, juntamente com a Comissão Permanente em Defesa dos Proprietários Rurais de Amarante, também está na luta em favor dos interesses do amarantinos.


Fotos: Mário Vilela/Funai