.

.

Móveis construídos por detentos de Imperatriz são exibidos no estande do Governo na Expoimp


Entre as inúmeras ações em andamento no Espaço Governo de Todos na Exposição Agropecuária de Imperatriz (Expoimp), está o Projeto Construarte, que está transformando a vida de apenados da Penitenciária Regional de Imperatriz com a construção de móveis a partir de pallets.

Todo o espaço do governo na feira conta com poltronas, cadeiras, mesas, fruteiras e objetos de decoração feitos no projeto, que surgiu em setembro do ano passado, como uma alternativa para que os detentos possam aprender um novo ofício e ter uma ocupação permanente enquanto cumprem suas penas, além de gerar renda, que é encaminhada às famílias.

Para o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Márcio Honaiser, a exposição dos móveis no estande reforça o papel do governo de dar oportunidades para todos. "Com a parceria com a Penitenciária Regional de Imperatriz, poderemos dar mais visibilidade a esse projeto tão importante para a ressocialização dos detentos, em meio à programação que realizaremos nos espaços do governo ao longo da semana", disse.

Várias instituições de Imperatriz apoiam o projeto, que está ganhando cada vez mais espaço e conquistando uma clientela na região, como destaca o diretor da Penitenciária Regional, Wellington Costa. "Possuímos vários parceiros que abraçaram essa causa em prol da inclusão social e profissionalização dos apenados, que acreditam que o trabalho dignifica o homem e que, através dele, o preso pode retornar ao convívio social com uma nova perspectiva de vida", declarou. 

Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas pelos telefones (99)99199-1101 / (99)99215-3590 ou pelo e-mail direcao.pritz@seap.ma.gov.br.

A Expoimp acontece até o dia 16 de julho, no Parque de Exposições Lourenço Vieira da Silva, em Imperatriz. O Espaço Governo de Todos conta com vasta programação de cursos, oficinas, capacitações e ações de educação sanitárias, promovidas pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged) e de Pesquisa e Extensão Rural (Agerp).