.

.

Número de homicídios cai mais de 24% na região de Imperatriz entre 2014 e 2017


A quantidade de homicídios dolosos registrada nos seis primeiros meses deste ano foi 24,36% menor do que o índice apurado no mesmo período de 2014 na regional de Imperatriz. Enquanto em 2014 foram 119 assassinatos, em 2017 o número caiu para 90, redução que é um dos resultados dos investimentos em segurança pública realizados pelo Governo do Estado e que também tem sido observada em todas as regiões do Maranhão.

Além da segunda maior cidade do estado, a diminuição no número de homicídios dolosos engloba também os municípios vizinhos de Davinópolis, Montes Altos, Estreito, Porto Franco, Amarante, Ribamar Fiquene, Carolina, Joao Lisboa, Senador La Rocque, Lajeado Novo, São João do Paraíso, Campestre, Buritirana e Sítio Novo.

“Esse é mais um dos frutos das iniciativas de planejamento, investimento e integração das forças policiais realizadas pelo governador Flávio Dino, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Hoje temos um forte sistema de segurança com policiais, equipamentos e valorização desses profissionais, além de uma investigação especializada”, explica o delegado geral da Polícia Civil, Lawrence Pereira Melo. 

Entre as ações, alguns dos destaques são: o incremento das forças policiais, incluindo Polícia Civil, Militar e Corpo de Bombeiros, que nos últimos dois anos ganharam mais de 3.000 novos policiais; além de armamentos e novas viaturas, que até o final deste ano chegarão a 700 novos veículos entregues. 

A Região Tocantina também vem recebendo prédios novos ou reformados para reforçar o combate à violência. Em Imperatriz, por exemplo, a reforma do 3º Batalhão da Polícia Militar está avançada e deve terminar em agosto. Açailândia recebeu no ano passado a 5ª Companhia Independente de Polícia Militar, enquanto que as cidades de João Lisboa e Davinópolis foram beneficiadas com a inauguração de postos policiais.