Nascentes dos riachos de Imperatriz devem ser identificadas e demarcadas para preservação, reivindica vereador


O rio Tocantins enfrenta uma de suas maiores secas, seu baixo nível chama a atenção dos moradores de toda a região, que questionam o quê fazer para ajudar a preservar um dos maiores rios brasileiros.

O vereador Adhemar Freitas Jr (PSC), após participar de audiências públicas que tiveram como tema o meio ambiente em suas diversas vertentes, observou a necessidade da preservação dos riachos que cortam Imperatriz, muitos assoreados e degradados servindo como corredores de esgoto a céu aberto e com a ocupação populacional em seu entorno as nascentes estão sendo perdidas.

Sendo assim, diante da importância dos riachos para o ecossistema regional, em especial para a preservação do rio Tocantins, o vereador teve indicação aprovada pelo Plenário na sessão ordinária desta terça-feira (19), na qual solicita às secretarias municipais de Meio Ambiente e de Planejamento Urbano que seja realizada a identificação das principais nascentes dos riachos, a demarcação das áreas que devem ser preservadas e a quantidade de residências instaladas em cada perímetro de forma técnica, “com o objetivo de planejar a cidade em longo prazo e por meio de políticas públicas, preservar as nascentes dos riachos”.

O vereador questiona “como fazer a ocupação da zona urbana da cidade sem pensar nos riachos e nascentes, programas habitacionais para desocupar as áreas de preservação permanente sem conhecer de forma técnica as áreas que precisam ser preservadas e a ocupação existente nas mesmas”.

Adhemar Freitas Júnior ressalta ainda “que a cidade possui diversos pontos que ainda não foram ocupados e fazem parte de áreas de preservação e o Poder Público deve identificá-las e fazer o trabalho de preservação”. “A cidade já cometeu muitos erros e não podemos assistir esses erros sucumbirem o meio ambiente pela inércia, omissão e ação irregular”, arremata o vereador. (Assessoria)