.

.

Prefeitura e Governo Federal entregam sistemas de água e esgoto do PAC-1

Equipe vistoria Estações Elevatórias na grande Cafeteira


Obra beneficia mais de 23 mil moradores da grande Cafeteira, Recanto Universitário e Dom Affonso Felipe Gregory

O prefeito Assis Ramos e o ministro das Cidades, Bruno Araújo, entregam oficialmente nessa sexta-feira, 6, o sistema de esgotamento sanitário e a rede de abastecimento de água dos bairros Vila Cafeteira, João Castelo, Parque Amazonas e Recanto Universitário. A solenidade, marcada para as 9h será realizada na Avenida da Liberdade.

A conclusão da obra beneficia mais de 23 mil moradores com drenagens profunda e superficial, coleta de esgotos domésticos, estações elevatórias e redes de emissários de longo alcance que lançam os efluentes na Estação de Tratamento de Esgoto (ETA) situada no bairro Santa Inês. O sistema é um dos mais modernos do país.

Com recursos de 90% do Governo Federal, PAC-1, e contrapartida de 10% do Município de Imperatriz, a obra estava tecnicamente concluída, porém não foi entregue à Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão – Caema, ficando em desuso e em processo de deterioração desde junho de 2016.

As redes coletoras e de emissários estavam entupidas e com vários pontos de vazamento. O prefeito Assis Ramos determinou à Sinfra que providências fossem adotadas para conserto da rede e realizassem os testes para oficializar a entrega da obra à Caema.

Na época, explica o secretário de Infraestrutura, Francisco Pinheiro, uma força-tarefa articulada pela Prefeitura, Caixa Econômica Federal, Caema e construtoras somou esforços para colocar em operação o sistema de esgotamento sanitário e de abastecimento de água do PAC-1.

De acordo com o engenheiro civil da Sinfra, Carlos Elpídio, o sistema de esgotamento e de abastecimento beneficia diretamente centenas de moradores que foram contemplados com unidades residenciais e de melhoria das condições de habilidade em assentamentos precários nos bairros da grande Cafeteira, Jurivê de Macedo, Parque Amazonas, João Castelo, Dom Affonso Felipe Gregory e Recanto Universitário. “Foram entregues 784 casas populares pelo PAC-1, com esgotamento sanitário e rede de abastecimento de água”, garante.

OBRAS

O PAC-1 grande Cafeteira e riacho Bacuri, denominado de intervenção de favelas – PPI, contemplou mais de 3670 famílias com obras adutora de recalque do reservatório de água do Jardim Tropical – R/9, ao reservatório em frente à Facimp – R/11 e a construção de rede de abastecimento de água da Facimp ao Recanto Universitário. Foram realizadas 400 ligações de água no Recanto Universitário; 859 na Vila Cafeteira e 342 no Dom Affonso, bem como construídas Estações Elevatórias de Esgoto (EEE)

nos bairros Recanto Universitário, Vila João Castelo e Vila Cafeteira. Além de drenagem pluvial superficial (meio fio e sarjetas) da grande Cafeteira.

Carlos Elpídio ressalta ainda a recuperação e revitalização do riacho Bacuri – grande Cafeteira – desmatamento, drenagem superficial e profunda, pavimentação e calçamento de vias.