Wellington do Curso leva lição do deputado Marco Aurélio


Professor Marco Aurélio ensina wellington do Curso como deve atuar um deputado: com ações, não somente com discurso.

Não tem jeito. Wellington do Curso não cansa de dar “ratada”. Acostumado a querer aparecer aproveitando todo e qualquer assunto, o destrambelhado deputado dono de cursinho quer mesmo se dar bem é na mídia.
Nesta quinta-feira, Wellington subiu à tribuna da Assembleia Legislativa para pedir a descentralização das provas para a Polícia Militar. E isso não é bom, caro jornalista? Claro que é, mas peço atenção ao relato.
Midiático, do Curso fez um estardalhaço em seu pronunciamento, diredionado ao governador Flávio Dino e ao secretário de Estado de Gestão e Previdência, solicitando, em caráter de urgência, que modifiquem o edital da PM e incluam a cidade de Imperatriz e outros municípios como polos.
Só que, em seguida, veio o deputado Marco Aurélio informando que desde domingo entrou em contato com o governo do Estado reforçando a necessidade para que as provas do concurso da Polícia Militar não sejam realizadas somente em São Luís, conforme o edital publicado.
Solicitei que Imperatriz e outras cidades que são polos regionais possam também sediar a aplicação das provas, pois facilitará para os candidatos. O governador acolheu a solicitação e já determinou à SEGEP – Secretaria de Gestão e Previdência, que chame a instituição organizadora do certame e faça retificação no edital, acrescentando novas cidades para realização das provas, inclusive Imperatriz. Na segunda, estive na SEGEP, no departamento de concursos e me informaram que já estão tomando as providências. Faço este esclarecimento aos candidatos para que continuem focados na preparação, revelando que a situação que preocupava muitos, já está sendo resolvida”, disse Marco Aurélio.
Entenderam agora? A diferença entre ação para resolver e discurso com a intenção pura e simples de aparecer.
Em vez de chamar atenção na mídia e se aproveitar para criticar uma ação governo – como fez Wellington do Curso – o deputado Marco Aurélio mostrou a postura que deve ter um parlamentar que se importa, em primeiro lugar, com o bem-estar do povo. Antes mesmo do simples discurso de Wellington, Marco Aurélio já havia, através do diálogo com o governo, solucionar rapidamente a questão.
WC tem que aprender com Marco Aurélio a deixar de se importar mais com mídia e propaganda e focar no que realmente um deputado estadual tem que fazer: trabalhar pelo povo do Maranhão.
Agora, só falta Wellington sair cantando de galo com pinto alheio, dizendo por aí que o crédito por ter conseguido a descentralização é dele, quando, na verdade, quem se adiantou em resolver a questão foi Marco Aurélio.
Informações  do Blog Jesael.com