CORPUS CHRISTI: Assembleia Lesgislativa Ma aprova projeto de lei que considera Patrimonio Cultural Imaterial á celebração de Corpus Christi em Imperatriz


 Recentemente, mais precisamente no dia (07) de novembro/2017, por unanimidade foi aprovado no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, o projeto de lei nº 305/2017, de autoria do deputado estadual Léo Cunha (PSC).

O projeto do parlamentar imperatrizense, solicita ao governador do Estado, Flávio Dino (PCdoB), que Considere Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Maranhão, à celebração de Corpus Christi que é celebrada anualmente no município de Imperatriz.

A celebração de Corpus Christi realizada na cidade de Imperatriz, no estado maranhense, região sudoeste do estado, hoje é considera à maior do Brasil. A cada ano, o mega evento religioso, reúne do Estádio Frei Epifânio d´Abadia um número bem maior de participantes,  numa festa de fé cristã, solidariedade, crença no Espírito Santo. De acordo com o número da diocese de Imperatriz, realizadora do evento, que tem à frente, o bispo Dom Vilso Basso, cerca de 18 mil fiéis estiveram presentes neste acontecimento religioso em 2017. 

Quebrando assim, um novo recorde de público.
O novo formato da celebração no município de Imperatriz, cidade localizada na região tocantina, iniciou a partir de 2010, iniciativa do então bispo da diocese de Imperatriz, Dom Gilberto Pastana, que implementou o modelo onde a missa é realizada em formato campal com altar instalado no meio do campo do Estádio Frei Epifânio e os fieis ficam espalhados pelos setores de arquibancadas e na área restante do gramado. 

Após a celebração no estádio, os participantes seguem em procissão pelas principais ruas da “cidade velha” em Imperatriz, até a Praça de Fátima, onde está localizada, a Catedral de Nossa Senhora de Fátima, sede da diocese de Imperatrizense.
Com o advento do novo Corpus Christi em Imperatriz, a cidade passou a receber visitantes vindos de várias regiões do País, sobretudo de estados vizinhos, como Tocantins e Pará. Gente que chega ao município atraído pela fé, pela beleza e a grandeza da celebração, sempre marcada pela emoção e a devoção. A mega festa católica também entrou nos calendários dos grandes eventos religiosos brasileiros e no ano de 2012, a celebração foi transmitida ao vivo para todo Brasil pela Rede Vida de Televisão.

A cada ano um tema diferente é abordado para o Corpus Christi em Imperatriz. Da mesma forma as pessoas interessadas em participarem do evento adquirem um kit contendo camiseta personalizada, velas, abanadores e panfletos alusivos ao evento. O material é produzido pela diocese de Imperatriz e toda renda é destinada aos projetos sociais da Igreja Católica.

Ressalta-se, que além do valor social e religioso do evento, a celebração de Corpus Christi em Imperatriz, movimenta a economia de toda região tocantina, incentivando o comércio e a geração de renda para a população envolvida direta e indiretamente nas festividades religiosa.
Desta feita, nobres colegas, em face de riqueza histórica, social, cultural e pelo incentivo a economia na região tocantina, nada mais acertado do que esta Casa condecorar a celebração de Corpus Christi em Imperatriz, com o título de “Patrimônio Cultural Imaterial do Maranhão,” de modo a também auxiliar na perpetuação de sua tradição. Para tanto, conto o vosso apoio, completou visivelmente emocionado pelo mega evento religioso realizado em sua cidade, o deputado estadual Léo Cunha (PSC), representante na Assembleia Legislativa do estado do Maranhão, do povo da região sul maranhense.