Imperatriz é selecionada para I Fórum de Cidades Médias


Evento tem participação de 40 municípios do Nordeste

A capital cearense sedia, em 23 e 24 de novembro, o I Fórum BNB G20+20 de Cidades Médias, realizado pelo Banco do Nordeste. Durante dois dias, são oferecidas palestras, mesas redondas, feira de negócios, além de apresentação das potencialidades para a economia e empreendedorismo local. Eduardo Sousa, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, participa do evento e representa Imperatriz.

O G20+20 é uma plataforma de negócios lançada em julho, quando o banco completou 60 anos, como nova estratégia de desenvolvimento regional para fortalecimento de polos. Foi iniciada análise do perfil de cidades situadas na área de atuação da instituição financeira, com foco naquelas consideradas de médio porte e com maior capacidade de transbordar os efeitos de investimentos e demais ações desenvolvidas.

Com base no estudo “Cidades Médias do Nordeste: Estrutura Produtiva, Infraestrutura Municipal e Modelos de Gestão”, foram identificados 40 municípios. Os nove estados nordestinos, o norte do Espírito Santo e de Minas Gerais participam do fórum. Dentre os temas abordados, estão o Papel das Cidades Médias no Desenvolvimento Regional; Financiamento à Infraestrutura; Programa Governamental Alinhado ao G20+20; Setor Produtivo e o Desenvolvimento de Cidades.

Eduardo Sousa explica que o encontro tem como objetivo apresentar ao setor produtivo privado os potenciais de investimentos de cada um dos municípios e as possibilidades de financiamento dos projetos. “Imperatriz foi selecionada para participar deste evento, que tem por missão a mobilização da sociedade em torno do debate sobre o importante papel das cidades médias no desenvolvimento regional".

Prefeito Assis Ramos destaca a importância da participação de Imperatriz no encontro. “É notável o conhecimento do Eduardo nesta pasta, nada mais justo e importante que ele nos represente neste grandioso evento e traga novos conhecimentos. Cada dia que passa, a cidade tem se desenvolvido economicamente. Recentemente, o Sebrae colocou o município como um dos mais bem estruturados nesta área e a Sedec é a grande promotora deste nosso ganho, que reflete diretamente na economia local”.

(Luana Barros - ASCOM)