Adhemar Freitas aponta irregularidades na eleição de renovação da Mesa Diretora




Texto: Marcelo Oliveira

O vereador Adhemar Freitas Júnior contestou nesta quinta-feira, 14, o processo eleitoral que alterou o artigo 18 do Regimento Interno que antecipou a eleição para renovação da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Imperatriz. “Essa mudança ocorreu ainda em meado de novembro passado, porém a aprovação dessa Resolução não houve promulgação e muito menos publicação em tempo hábil”, disse ele.

Freitas Júnior assinala que solicitou, de maneira formal à Secretaria da Casa de Leis, cópia da ata da sessão que aprovou essa alteração e a publicação da Resolução, porém os documentos não foram repassados pela Mesa Diretora.

“Essa situação gerou um clima bastante ruim para esta eleição, pois chegamos para eleição sem cópias desses documentos e sen saber se a mesma iria acontecer”, disse.

 Ele explica que a eleição transcorreu de maneira ilegal, pois somente onze vereadores estavam presentes no plenário Léo Franklin. “É preciso conhecer um pouco do Regimento para perceber que esta foi uma eleição viciada e, totalmente, nula. Ou seja, para se iniciar a votação seriam necessários pelo menos dois terços – 14 vereadores”, acrescentou.

 Adhemar Freitas reitera que solicitou, de maneira administrativa, a anulação do processo eleitoral caracterizado irregular e que antecipou a eleição da Mesa Diretora para o biênio 2019/2020. “Nós esperamos que o presidente da Casa de Leis resolva anular essa eleição, devendo marcar uma nova eleição, inclusive com uma nova Resolução”, conta.

 OBSTRUÇÃO DE VOTAÇÃO DO ORÇAMENTO 

orçamento que estava previsto para quinta-feira, 14. E nominou que os vereadores Hamilton Miranda, Pedro Gomes, Maura Barroso, Eudes Feitosa, Paulinho Lobão, João Silva, Chiquinho da Diferro, Adhemar Freitas, Zesiel Ribeiro e Fábio Hernandez estavam prontos para votação da proposta orçamentária do Poder Executivo.

Adhemar Freitas observa que na última terça-feira,12, a pauta do legislativo estava praticamente vazia, porém a proposta do orçamento não foi colocada em votação pela Mesa Diretora e na quarta-feira preferiu marcar audiência pública.