Prefeitura e Governo do Estado intensificam limpeza de riachos



Parceria acelera desobstrução nos bairros para evitar transtornos
O período de chuvas está chegando e a Prefeitura de Imperatriz, em parceria com o Governo do Estado, intensifica a limpeza dos riachos que cortam a cidade, principalmente o Bacuri, José de Alencar, Capivara e Santa Teresa, para amenizar os alagamentos durante esta época. Desde o início do mês, foram disponibilizadas mais três equipes, com cerca de 50 operários.

Na última reunião com o prefeito Assis Ramos, em novembro, o secretário de Infraestrutura do Estado, Clayton Noleto, fez um compromisso à Imperatriz, de ampliar as equipes de limpeza dos pontos mais críticos da cidade. “A parceria com o Estado é fundamental para que o município cresça. O trabalho em conjunto beneficia a população de forma imensurável", agradeceu o prefeito.


No Riacho Bacuri, que atravessa os bairros Morada do Sol, Vila Nova, Vila Redenção, Vila Cafeteira, João Castelo e Parque Amazonas, a Secretaria Municipal de Infraestrutura, Sinfra, também mantém duas equipes com serviços de alargamento da calha e aprofundamento.
O prefeito Assis Ramos, acompanhado do secretário Francisco Pinheiro, vistoriou na manhã desta sexta-feira, 08, os locais que estão recebendo o trabalho preventivo para amenizar os alagamentos e transtornos à população, durante o período de chuvas. Ele observa que “o matagal e o acúmulo de resíduos prejudicam o escoamento da água, provocando inundações em vários bairros, porém ressalta que as melhorias já surtem efeitos”.

É importante ressaltar a necessidade de colaboração da população para evitar enxurradas, evitando jogar lixo nas ruas e nos riachos. A primeira parte da limpeza está sendo realizada pela prefeitura desde de outubro, e a parte que compete ao Governo do Estado começou a ser executada neste mês. O secretário municipal de Infraestrutura, Francisco Pinheiro, atesta que o alargamento da calha do Riacho Bacuri, alinhado ao serviço de roço e remoção de entulhos, contribuiu para dinamizar o fluxo d’água e amenizar os alagamentos na Vila Redenção II.

De acordo com o superintendente de Defesa Civil, Josiano Galvão, “a parte mais importante do trabalho é sensibilizar a comunidade de que o espaço também pertence a eles”. Ele enfatiza que a operação vai passar por outros locais da cidade.

Durante a operação, membros da equipe de limpeza retiraram do riacho carcaças de geladeiras, sofás, animais mortos e até uma TV de LCD, encontradaos dentro dos riachos.