Ele não cansa: mais uma mentira de Wellington do Curso sobre concurso da PM


Informações do Blog MARRAPÁ

O deputado estadual Wellington do Curso não cansa de desferir mentiras contra o concurso da Polícia Militar do Maranhão. Desde que foi lançado o edital para o certame, o parlamentar tenta tumultuar a realização do mesmo. Os interesses econômicos colocam em xeque todas as críticas de má-fé que vem sendo feitas por ele.

Wellington é dono de um cursinho preparatório para concursos em São Luís. Seu interesse em anular o certame da PM é somente um: mais aulas, logo, mais mensalidades. A mais nova mentira do deputado é em relação ao gabarito de divulgação da prova, que não teria sido divulgado. Em rápida pesquisa na internet é possível verificar que ele foi publicado dois dias depois do teste.

Essa é apenas mais uma mentira de Wellington sobre o concurso da PM. Antes ele já tinha tumultuado a escolha de Teresina como local de prova, mesmo o edital prevendo que cidades de outros estados, se fosse necessário como foi, poderiam abrigar salas para realização da avaliação.

Outro factoide criado por WC foi sobre um candidato que consta 5 vezes na mesma divulgação de aprovados. Neste caso específico, ele concorreu para Pessoa com Deficiência (PCD), Negro e conseguiu nota para Ampla Concorrência, por isso seu nome aparece em três listas de aprovados. As outras duas vezes em que o nome dele se repete na lista é para convocação para atestar a cor da pele e a situação PCD.

E assim segue a perseguição de Wellington do Curso ao concurso da PM. Em vez de comemorar e agradecer ao governo do Estado a realização de vários certames, enquanto em todo o Brasil eles estão parados devido a crise, o deputado prefere atacar o governador Flávio Dino por estar sendo célere na realização de testes que gerarão milhares de empregos no Maranhão.