Marco Aurélio destaca importância do programa “Escola Digna”



Na manhã desta terça-feira (27), no plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão, o deputado Professor Marco Aurélio (PCdoB) usou o Grande Expediente para destacar a importância do projeto de estruturação da Rede de Ensino Integral, idealizado e executado pelo Governo do Estado. Criado em 2015, ano em que o governador Flávio Dino assumiu o poder executivo estadual, o programa chegará a 49 escolas de tempo integral já nos próximos meses, incluindo as escolas estaduais.

“Vocês sabem quantas escolas da rede estadual de tempo integral o Maranhão tinha até 2014? Nenhuma. Todas essas escolas fazem parte do programa 'Escola Digna', um projeto que foi muito bem pensado para dar ferramentas suficientes aos estudantes e que se tivesse sido iniciado anos atrás, hoje teríamos resultados ainda mais fortes. Trata-se de um projeto audacioso e que vem revolucionando a educação em todo nosso estado. O melhor de tudo é que deixará um legado importantíssimo para o Maranhão e isso não pode ser negado”, garantiu Marco Aurélio.

O parlamentar ressaltou que as escolas de tempo integral são muito mais que apenas escolas com um número maior de aulas. São espaços que preparam os alunos para os desafios da vida, onde os jovens não são preparados apenas para os vestibulares, mas recebem um direcionamento para que consigam se tornar cidadãos, com um senso crítico formado e uma capacidade de contribuir com o desenvolvimento do Maranhão.

A cidade de Imperatriz, por exemplo, é uma das que será contemplada, nos próximos dias, com uma das escolas de tempo integral da rede estadual. A escola Tancredo Neves passa por reforma após mais de 30 anos e deverá atender aos jovens de Imperatriz. “Em uma decisão muito acertada, o governador escolheu uma escola localizada na Vila Redenção, que beneficiará centenas de jovens humildes”, ressaltou.

Marco Aurélio destacou o caráter inclusivo das escolas, que, além de contarem com a base comum curricular, contam com um complemento, no contraturno, onde o aluno escolhe as disciplinas que ele quer se aprofundar: robótica, informática, idiomas, etc. O estudante tem ainda aulas de reforço, visando o nivelamento, além das práticas experimentais, que envolvem laboratório e estudos práticos. Além disso, há a iniciação científica, para prepara-lo para a vida acadêmica e a pesquisa.

“O aluno entra às 7h30 e sai às 17h, tendo direito a café da manhã, almoço e lanche. Algo que pode parecer simples, mas a alimentação saudável também reforça a aprendizagem. A escola de tempo integral educa para a vida e oferece as ferramentas necessárias para o estudante”, completou.

O programa “Escola Digna” é uma macropolítica que tem nos seus eixos a formação continuada. Essa formação ajuda na qualificação dos professores das redes municipais em todo o estado, que somado às demais políticas implantadas pelo Governo do Estado, contribuirão para a melhoria da qualidade de ensino. O teste que comprovará o resultado dessas políticas será o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), que deverá ser divulgado nos próximos meses e serve para acompanhar a qualidade do ensino básico nos estados.

O deputado finalizou parabenizando o esforço que vem sendo feito pelo governador e toda sua equipe para estruturar a complexa e eficiente rede de ensino público. “Tenho plena confiança no trabalho que vem sendo feito, principalmente por ter certeza de seu sucesso e importância para as gerações futuras. A certeza que tenho é que há uma revolução silenciosa sendo feita na educação do Maranhão. Há uma geração de líderes sendo preparada. É onde a gente reconhece a grandeza da educação e o papel transformador que ela tem na vida do ser humano. Eu não tenho dúvidas de que essa semente que está sendo plantada trará muitos frutos para o Maranhão. Parabéns ao governador Flávio Dino, ao secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, e a todos os envolvidos”, concluiu.