Governo do Estado entrega mais uma etapa das obras de reforma, ampliação e modernização do Hospital Regional Materno Infantil



Os secretários de Estado da Saúde, Carlos Lula e da Infraestrutura, Clayton Noleto, vão entregar mais uma etapa das obras de reforma, ampliação e modernização do Hospital Regional Materno Infantil nesta terça-feira (27), às 14h. O local recebe uma reforma completa estruturante em todo o prédio, incluindo a parte hidráulica, elétrica, sanitária e a construção de enfermarias.


Serão entregues o ambulatório, que compreende a sala de ultrassom, acolhimento com classificação de risco, consultórios e sala de serviço social e cinco enfermarias. No ano passado, ficaram prontos o almoxarifado, abrigo para resíduos, guarita e o administrativo.
O investimento total é de R$ 9.724.458,44. e vai garantir qualidade durante o pré-natal, o parto e pós-parto nos cerca de 7 mil atendimentos mensais, distribuídos entre os 40 municípios do Sul do Maranhão e dos estados do Pará e Tocantins e também vai dar melhores condições de trabalho para os servidores e servidoras.


O hospital foi construído há quase 40 anos e essa é a primeira reforma desse porte realizada no local. “Essa é uma unidade de saúde muito antiga e nunca passou por uma reforma que contemplasse todos os setores. Como é um hospital que tem uma demanda muito grande e vem aumentando com o tempo, essa reforma vem adequar o aumento dessa demanda e dar mais conforto e qualidade ao nosso atendimento”, informou o diretor do HRMI, Reginaldo Nascimento.


O secretário da Sinfra, Clayon Noleto, destacou que o Governo do Estado tem feito um esforço grande para garantir às mulheres condições dignas durante o parto. “Estamos fazendo essa reforma com muito carinho, pensando em proporcionar todo conforto possível para as mulheres durante o parto, porque sabemos que esse é um momento importante da vida das famílias”, afirmou,


O HRMI conta com uma estrutura ampla, sendo a maior maternidade pública da Região Tocantina.  Dispõe de 63 Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 83 de obstetrícia, enfermarias, blocos cirúrgicos, recepção, acolhimento, ultrassom, ambulatório e os setores de apoio de informática, administrativo, medicina de segurança no trabalho e departamento de pessoal, sendo que em boa parte os serviços já estão concluídos.

Após a entrega, haverá visita ao Hospital Macrorregional Drª Ruth Noleto.