Médicos, advogados e políticos fazem ato de apoio ao secretário Carlos Lula


Num grandioso ato amigos, usuários dos serviços de saúde, médicos, advogados e lideranças políticas manifestaram solidariedade ao secretário de Estado de Saúde, Carlos Lula, na noite desta segunda-feira (23). Vítima de perseguição e notícias falsas veiculadas por parte da mídia maranhense, Carlos Lula recebeu o abraço fraterno de uma multidão que lotou o auditório do Grand São Luís Hotel. 

O ato de solidariedade contou a presença do governador Flávio Dino, que reiterou o apoio e a confiança no trabalho que Lula vem desenvolvendo a frente da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Flávio defende que o que incomoda as pessoas que ficaram anos ligados ao comando do Maranhão não é a saúde de qualidade da população, que tem tem sido melhorada ao longos dos últimos três anos. “Eles estão preocupados com seus pequenos espaços de poder, com suas vaidades, com seus privilégios. Estão preocupados só com seus bolsos, estão sentido falta de helicóptero, de lagosta, de caviar, pago com o dinheiro público e é isso que caracteriza a crítica feita a nós. E ela é tão violenta agora porque eles achavam que a gente ia fracassar”, defendeu Flávio Dino que ainda repudiou o uso do grande império midiático para perseguir o trabalho, definido por ele como, honroso e honesto de Carlos Lula. 

É a realidade do Maranhão que, outrora contava com dois Hospitais Regionais, e agora conta com sete, de programas fundamentais implantados, como o Ninar, que atender crianças com problemas neurodesenvolvimentais, o Sorrir, a entrega de ambulâncias aos municípios e muitas outras ações desenvolvidas pela gestão do governador Flávio Dino e de Carlos Lula na Saúde, que amedrontam saudosista, segundo o presidente do PCdoB, Márcio Jerry. “É um ato expressivo e forte, de combate à mentira. Um ato de resgatar tudo de bom e expressivo que tem sido desenvolvido pelo Governo do Maranhão. Hoje damos um abraço afetuoso em reconhecimento à seriedade de Lula, à ética com que ele se pauta no serviço público e também num clamor de pessoas dos mais diferentes setores por justiça, por respeito à lei e contra a baixaria na política”, opinou Márcio Jerry. 

Reuniram-se, nessa grande manifestação de apoio, o vice-governador Carlos Brandão, os deputados federais Weverton Rocha, Rubens Pereira Júnior e Eliziane Gama, os estaduais Rogério Cafeteira, Bira do Pindaré, Marco Aurélio, Levy Pontes, advogados como Guilherme Zagalo e o ex-presidente da OAB, Mário Macieira e secretários de estado. Servidores públicos da saúde e usuários dos serviços, num gesto espontâneo, também estiveram presentes. 

Num depoimento emocionado, o pai de uma criança atendida pelo serviços do Casa de Apoio Ninar, Victor Hugo, reafirmou a importância das ações que tem sido ofertados pela SES, que garantem a sua pequena um acompanhamento adequado. “Por ser aberto à sociedade civil, me senti no dever de vir aqui prestar solidariedade não apenas por conhecer a biografia de Carlos Lula, mas por receber na minha família e ao meu redor reflexos práticos da sua atuação como gestor”, disse. 

Carlos Lula agradeceu a iniciativa dos amigos e se disse honrado com a quantidade de pessoas que ocuparam o espaço, em reconhecimento à verdade. 

“Hoje foi um ato de apoio organizado por amigos para que a gente pudesse falar abertamente sobre as falsas denúncias narradas nos últimos dias. Estamos aqui para prestar esclarecimentos e as verdades que foram ocultadas pela mídia. Infelizmente todas as notícias veiculadas ao longo da semana já fazem parte do período eleitoral que se avizinha” e ainda concluiu, garantindo: “não tenho nada a temer, nem no presente, passado ou futuro”.