JEIS 2018 "Frei Epifânio" é palco da abertura dos Jogos Escolares Imperatrizenses


Shows musicais e apresentações circenses marcaram solenidade
Após intenso trabalho da comissão organizadora, os Jogos Escolares de Imperatriz 2018 foram abertos nesta sexta-feira, 25. Cerimônia reuniu atletas de 8 a 17 anos, professores e familiares e alunos de 96 instituições de ensino. O gramado do Estádio Frei Epifânio ficou colorido com a diversidade dos participantes e a inclusão de estudantes com deficiência, que pela primeira vez disputam os Jogos ParaJEI's. A tricampeã brasileira de skate na modalidade infantil, fadinha Rayssa Leal, acendeu a pira da maior competição escolar da região.

Entre as autoridades presentes participaram o vice-prefeito de Imperatriz, Alex Rocha, representando o prefeito Assis Ramos, secretários Greycivane Lindoso, de Esporte, Lazer e Juventude; Josenildo Ferreira, Educação; Rosa Arruda, Meio Ambiente e Recursos Hídricos; Josiano Galvão, superintendente da Defesa Civil, além de membros de órgãos de segurança.


“Agradeço a presença de todos, principalmente de vocês, jovens atletas. Para nós, a edição dos jogos de 2018 é motivo de satisfação. Conseguimos bater nosso próprio recorde de inscritos, com cerca de sete mil alunos em 22 modalidades, reflexo de que os professores estão acreditando em nosso trabalho. E isso nos motivou a colocar este ano o ParaJEI’s, jogos voltados aos alunos com deficiência. Nossos alunos são nossos heróis e vamos fazer história mais uma vez", comemorou a secretária da Sedel, Greycivane Lindoso.

O vice-prefeito, Alex Rocha, enfatizou que "os atletas são os protagonistas do Jogos Escolares Imperatrizenses e que abrilhantam a festa com esforço e dedicação".

Com a concentração das delegações no gramado, entrada das bandeiras conduzidas pelas alunas Nathália Carvalho; Sabrina Torres; Sara Lorena; Iracely; e Monikely, da Escola Caminho Do Futuro; execução do Hino Nacional e de Imperatriz, cerimônia foi aberta oficialmente com juramento do atleta, pela aluna Alana Raphisa, campeã Maranhense Basquete 2017, da Escola Santos Dumont. O professor de basquete, Edson Marcos Pessut, realizou o juramento do árbitro. Na sequência, apresentações de jiu-jitsu, coreografias circenses estreladas por alunos da rede municipal, sorteio de brindes, e a escolha da torcida mais animada abrilhantaram a “arena das emoções”.


Após os juramentos, o momento mais esperado da noite: o revezamento da tocha. De mão em mão, atletas campeões nos jogos de 2017 receberam o cobiçado artefato até chegar às mãos de Jhulia Rayssa Mendes Leal, a sensação nacional Fadinha do Skate, que acendeu a pira olímpica. A festa foi encerrada com o show de Cassinhu e Banda.

O ambulante Francisco Jerônimo Nestes, 62, trabalha há dois durante os JEI's e garante que é uma oportunidade de ganhar um extra. "Minha expectativa é que os jogos seja muito bons e esperamos boas vendas. Pelo que já vi na preparação, será um grande evento para todos". Fogos de artifícios encerraram a programação de abertura das competições.