Deputado Marco Aurélio destaca aprovação na Assembleia do Centro de Ciências da Saúde na Uemasul


Foi aprovado, na manhã desta quarta-feira (04), no plenário da Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei nº147/2018, de autoria do Governador Flávio Dino, que dispõe sobre a criação do Centro de Ciências da Saúde – CSS, na estrutura organizacional da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão – Uemasul. O projeto foi aprovado por unanimidade e teve o deputado estadual Professor Marco Aurélio (PCdoB), como relator.



Criada há pouco mais de 1 ano, a Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão tem surpreendido toda a Região, contribuindo bastante com o desenvolvimento de Imperatriz e todos os 22 municípios que fazem parte de seu território de atuação. Após sua criação, a Universidade passou a ter autonomia administrativa e financeira para investir e ampliar sua estrutura, diferente do que acontecia anteriormente, quando toda as decisões eram tomadas pela reitoria da UEMA, em São Luís. Campus como o de Açailândia, criado há 15 anos, não possuía sequer 1 professor concursado, realidade que mudará muito em breve, uma vez que está sendo concluído o concurso público com 30 vagas professores, doutores, destes, 10 devem integrar o corpo docente do campus da cidade, os demais serão divididos entre os campus de Imperatriz e de Estreito, este que será inaugurado ainda neste ano. 



Um dos principais defensores da criação da Uemasul e do Centro de Ciências da Saúde - CCS, o deputado Marco Aurélio, comemorou bastante o resultado da votação, ressaltando o impacto do Centro para toda a Região Tocantina. " Esta possibilidade se tornou real com as condições oferecidas pelo governador Flávio Dino para a consolidação da Uemasul. Hoje a Universidade já está consolidada, foi credenciada pelo Conselho Estadual de Educação, recebemos investimentos nas mais diversas áreas. O governador Flávio Dino  já está concluindo o campus de Ciências Agrárias de Imperatriz, um investimento de mais de R$ 11 milhões; reformou a atual campus de Imperatriz, além de garantir uma nova biblioteca; implantou o restaurante popular e universitário, que serve mais de 1200 refeições diariamente em Imperatriz; já foi criada a estrutura e será implantada ainda neste ano o campus da Uemasul no município de Estreito, em parceria com a prefeitura do município; melhorou a estrutura do campus de Açailândia, já está no Plano de Desenvolvimento Institucional - PDI, a implantação de 5 polos da Uemasul em municípios estratégicos da nossa Região Tocantina; triplicou o número de bolsas de iniciação científica, além de tantas outras conquistas, em tão pouco tempo “. 



Além de todos os avanços alcançados pela universidade nos últimos meses, faltava a implantação do curso de medicina, medida que ajudaria a transformar a realidade do ensino superior de Imperatriz e Região Tocantina. Hoje, após a aprovação do Projeto de Lei, a Uemasul passa a contar em sua estrutura pedagógica e administrativa com os cursos de Medicina, Farmácia e Saúde Coletiva. "Sempre foi um sonho da nossa Universidade, sempre foi um sonho da nossa região, oportunizar nossa juventude, mas também formar profissionais que estejam em nossa região, que venham trabalhar e fortalecer a saúde da nossa região." Afirmou o parlamentar.



Marco Aurélio destacou ainda o papel fundamental da reitoria da Uemasul em mais esta conquista. Segundo o deputado a administração sempre esteve alinhada com as necessidades da universidade e da região, não se poupando de buscar todo e qualquer encaminhamento necessário pelo desenvolvimento da instituição. "Até mesmo tratativas internacionais com a Organização Panamericana de Saúde foram tomadas para garantir a realização deste sonho. Não posso deixar de citar as condições que o governador Flávio Dino deu para que a Uemasul fosse criada e pudesse decolar de vez. Meu coração bate forte, bate feliz, em poder ver essa realização, principalmente por participar de todo o processo legislativo que possibilitou sua criação e a criação do Centro de Ciências da Saúde." ressaltou.



O deputado fez questão de agradecer todos os parlamentares, sobretudo os da Região Tocantina, que participaram da votação desta matéria e que reconheceram sua importância para toda a Região e para o Maranhão. "Esta causa tem uma marca especial, do sonho da Região Tocantina, da aspiração da nossa juventude. Ela traz o sonho de desenvolvimento e autonomia da nossa região, traz a marca do trabalho de toda a reitoria da Uemasul, dos professores, que construíram cada passo, colocaram cada tijolo que foi construindo essa edificação. Ela tem a marca especial da consideração, do acolhimento, do trabalho do governador Flávio Dino para com a nossa Região Tocantina. Não fosse essa determinação, o curso de medicina não seria uma realidade para a Uemasul em nossa região. Não fossem dadas todas as condições dessa universidade se desenvolver, nós não chegaríamos até aqui. A Uemasul foi forjada na luta do nosso Povo”. Disse o deputado.



O projeto agora vai à sanção do governador e publicação ainda nesta semana.