DESEMPENHO Aprovação da gestão chega a quase 68%


Escolhida por 29,1%, administração atual agora alcança índices de aceitação jamais vistos

O imperatrizense nunca esteve tão confiante em seu prefeito como nos dias de hoje. Assis Ramos, MDB, eleito em outubro de 2016 com 29,1% dos votos, hoje é aprovado por 67,8% da população, numa evolução de 133 ponto percentuais obtidos dentro dos seus 19 primeiros meses de administração, conforme avaliações feitas no período, três de responsabilidade da Escutec e uma do Instituto Galaxy.
Em todos os aspectos avaliados, a gestão cresce pesquisa após pesquisa. As percepções de que o prefeito é presente, sincero, interessado, capaz de resolver e de que é forte, se ampliaram mais uma vez na consulta feita nas ruas de Imperatriz, na última semana de julho, ouvindo mil pessoas. A certeza de que se trata de um prefeito honesto, subiu, entre fevereiro e julho, de 58 para 63%.

No aprova ou desaprova, 71,9% dos homens e 64,3% das mulheres respondem positivamente; pelas faixas etárias, a que mais aplaude o atual prefeito se situa entre os 25 e 34 anos de idade, com 72,4%; dos níveis de escolaridade, as pessoas que fazem ou já concluíram o nível superior cravam 73,6%; nos níveis de renda, o mais elevado índice de satisfação é dos que estão na informalidade ou ganhando menos de um salário mínimo, 73,8%, e pelos bairros da cidade, o Grande Santa Rita é o de maior satisfação, com 82%, seguido da Grande Vila Lobão, com 78%.

Os enfrentamentos aos lixões e aos terrenos baldios na zona urbana de Imperatriz recebem a aprovação de 77,4%; a eficiência do Cata Treco é atestada por 77,2%; a coleta do lixo evoluiu para 74%; limpeza das ruas foi a 76%; o trânsito já é melhor para 52,6%; Educação e Saúde, respectivamente estão 39% e 38%, melhores do que eram antes da atual gestão na prefeitura.
A Saúde, que sempre foi a maior queixa da população, hoje é considerada melhor por 38% das pessoas e só piorou na percepção de 10% dos entrevistados, ou seja, para cada pessoa que acha que houve involução, quase quatro constatam que o fim das filas para as cirurgias ortopédicas no Socorrão, e os demais equipamentos de que se valem os mais necessitados estão em franca melhoria.


A Educação cresceu na satisfação das pessoas na mesma proporção da Saúde, 39% acham que está melhor do que antes e 10,4% consideram que piorou. Aí predominam a melhoria das instalações das escolas, merenda, uniformes, calendário e o nível de dedicação dos professores.

O trânsito, caos que se verifica em praticamente toda a cidade, já melhorou para mais da metade da população, 52,6%, e piorou para apenas 11,8%, numa proporção de quase 5 por um em favor dos que estão mais satisfeitos. A tendência, com a chegada da Zona Azul, é uma evolução maior ainda, com o fim dos gargalos da falta de vagas para estacionar e completa extinção das paradas em filas duplas que “estreitam” ainda mais ruas, travessas e avenidas de Imperatriz.