BANHISTAS Defesa Civil alerta sobre riscos de afogamentos nas praias de Imperatriz


Aumento do nível do rio áreas de banhos estão desprotegidas e sem dispositivos de segurança

A Superintendência Municipal de Proteção e Defesa Civil orienta  banhistas sobre os riscos de frequentarem as áreas de banhos do rio Tocantins. Segundo o órgão, o rio continua oscilando e a falta de cuidados aumentam os riscos de acidentes e afogamentos. Com o volume das águas, as praias encontram-se desprotegidas e sem dispositivos de seguranças.

“A temporada de praias em Imperatriz acabou, e com ela os riscos de acidentes e afogamentos aumentam. Mesmo com o fim do veraneio, é comum presenciarmos banhistas se arriscando em espaços não demarcados. Aconselhamos a essas pessoas não frequentarem as áreas de banhos pelos riscos de insegurança constatados por nossa equipe”, alerta o superintendente da Defesa Civil, Josiano Galvão.

Ele informa que os presidentes das associações de empreendedores das praias do Cacau e do Meio estão ciente do fim da temporada de praias e das obrigações de remover as estruturas deixadas na localidade. “Iniciamos a demolição da nossa estrutura, seguindo exemplo, demais barraqueiros também deram início ao processo de remoção de suas barracas”, afirma.

A Defesa Civil continua dando suporte aos empreendedores da Praia do Cacau, desde a vazão do último dia 4. Segundo o monitoramento desta terça-feira, 11, o nível do rio Tocantins está -1.76 metros cúbicos abaixo de zero. As previsões para as próximas horas são 1.406,00 m³/s para as 24h, 1.410,18 m³/s para as 48h e 1.411,62 m³/s para as72h.

A Defesa Civil acompanha a elevação do rio diariamente, duas vezes ao dia, mediante informações do boletim de vazões da Usina Hidrelétrica de Estreito com até três dias de antecedência. (Colaboração de  Hidalgo Nava)